Escolha as suas informações

Alemanha suspende 29 polícias envolvidos em redes neonazis
Mundo 17.09.2020

Alemanha suspende 29 polícias envolvidos em redes neonazis

Alemanha suspende 29 polícias envolvidos em redes neonazis

Foto: AFP
Mundo 17.09.2020

Alemanha suspende 29 polícias envolvidos em redes neonazis

A maior parte dos polícias envolvidos na rede de mensagens neonazis são da zona do Reno e de Muelheim.

As autoridades alemãs anunciaram esta quarta-feira, 16 de setembro, a suspensão de 29 polícias suspeitos de difundirem propaganda de extrema-direita em vários grupos de WhatsApp, ativos há vários anos.

As suspensões aconteceram depois de buscas realizadas em 34 localidades, incluindo postos de polícia e apartamentos, na zona industrial do Reno, disse Herbert Reul, o ministro do Interior do Estado da Renânia do Norte-Vestefália.


Alemanha. Unidade de elite pode ser extinta devido a infiltração da extrema-direita
A ministra alemã da Defesa, Annegret Kramp-Karrembauer, denunciou "comportamentos extremistas" numa unidade de elite alemã e vai ser investigada a desaparição de explosivos e de munições na unidade KSK. Para já, uma das companhias vai ser extinta.

A maior parte dos polícias envolvidos na rede de mensagens neonazis são da zona do Reno e de Muelheim.

O material, que o ministro do Interior disse incluir "a mais repugnante agitação neonazi, racista e anti-refugiados” era distribuído em pelo menos cinco grupos de WhatsApp, através de telemóveis, por um número considerável de polícias. 

Um dos grupos surgiu em 2012 e o que contém mais imagens foi criado em 2015, sendo que a mensagem enviada mais recentemente data de 27 de agosto. 


Saudação nazi de polícia e imobilização semelhante à de George Floyd geram polémica na Bélgica
Viúva do cidadão eslovaco, que morreu sob custódia policial belga, em 2018, quer novo inquérito à morte do marido.

Entre os documentos partilhados encontravam-se fotografias de Adolf Hitler, suásticas, montagens fotográficas de refugiados em câmaras de gás nos campos de concentração nazis ou de disparos contra pessoas negras.

Os 29 polícias foram suspensos e estão a ser alvo de processos disciplinares, comprovando a existência de elementos neonazis nas forças policiais do país, apesar da relativização feita, pelas chefias, desses casos. 

com Lusa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.