Escolha as suas informações

Alemanha regista quase 600 novas infeções num dia
Mundo 24.06.2020 Do nosso arquivo online

Alemanha regista quase 600 novas infeções num dia

Alemanha regista quase 600 novas infeções num dia

Wolfgang Kumm/dpa
Mundo 24.06.2020 Do nosso arquivo online

Alemanha regista quase 600 novas infeções num dia

Lusa
Lusa
Só entre terça e quarta-feira 19 pessoas morreram vítimas da infeção pelo novo coronavírus. Na Renânia do Norte-Vestefália o cerco que começou na cidade de Gütersloh foi alargado á vizinha Warendorf.

A Alemanha registou nas últimas 24 horas 587 novos casos de covid-19 e o ministro da Saúde, Jens Spahn, pediu à população de duas localidades que estão novamente em confinamento que respeitem as restrições para evitar novos contágios.

Segundo os dados do Instituto Robert Koch (RKI), o país regista, desde o início da pandemia de covid-19, um total de 191.449 casos, 176.300 considerados curados. A doença já provocou a morte a 8.914 pessoas, mais 19 nas últimas 24 horas.

Um surto num matadouro, que provocou mais de 1.500 contágios, principalmente entre trabalhadores, levou a que o governo da Renânia do Norte-Vestefália colocasse em quarentena as localidades vizinhas de Warendorf e Gütersloh.

O ministro da Saúde, Jens Spahn, pediu que se respeitem as novas regras impostas, apesar de entender que a situação provoque “desilusão, preocupação e até raiva”.

“Percebemos que, se facilitarmos, o vírus vai continuar a espalhar-se muito rapidamente”, sublinhou, no programa “Morgenmagazin” da ARD, acrescentando que o intuito das medidas é de proteger a população.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 477 mil mortos e infetou mais de 9,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Alemanha. 400 novos casos e 12 vítimas mortais num dia
A Alemanha contabilizou 397 novos casos de contágio e 12 vítimas mortais devido á covid-19 nas últimas 24 horas, período em que cerca de 400 pessoas portadoras da doença foram consideradas curadas, segundo as autoridades.