Escolha as suas informações

Alemanha. Conservadores e SPD empatados nas intenções de voto, diz sondagem
Mundo 22.08.2021
Eleições

Alemanha. Conservadores e SPD empatados nas intenções de voto, diz sondagem

Eleições

Alemanha. Conservadores e SPD empatados nas intenções de voto, diz sondagem

Michael Kappeler/dpa
Mundo 22.08.2021
Eleições

Alemanha. Conservadores e SPD empatados nas intenções de voto, diz sondagem

Lusa
Lusa
É o valor mais baixo da União Democrática Cristã, o partido de Angela Merkel, e da União Social Cristã (CDU/CSU) em toda a legislatura.

O bloco conservador e o Partido Social Democrata (SPD) estavam empatados em termos de intenções de voto, com 22%, numa sondagem divulgada hoje pelo diário Bild, a cinco semanas das eleições de 26 de setembro na Alemanha.

Trata-se do valor mais baixo da União Democrática Cristã, o partido de Angela Merkel, e da União Social Cristã (CDU/CSU) em toda a legislatura, que perdem três pontos percentuais em relação à semana passada, segundo a agência EFE.

É também a primeira vez, desde abril de 2017, que o SPD iguala o bloco CDU/CSU, ao subir dois pontos percentuais.

A sondagem de opinião Insa confirma a descida das últimas semanas dos Verdes, que perderam o segundo lugar e surgem agora em terceiro, com 17% (menos um ponto percentual), depois de terem estado quase ao mesmo nível dos conservadores.

Se as eleições fossem hoje, também teriam assento no parlamento o partido liberal FDP, com 13% dos votos, a Alternativa para a Alemanha (AfD, extrema-direita), com 12%, e a Esquerda, com 7%.


Alemanha pressiona vacinação e termina com testes gratuitos em outubro
O objetivo é aumentar a taxa de vacinação, que tem abrandado significativamente ao longo das últimas semanas.

Com estes resultados, haveria várias hipóteses de coligações, uma das quais excluiria os conservadores, após 16 anos de governo de Angela Merkel, se o próximo executivo juntasse SPD, Verdes e FDP.

Em outra coligação aritmeticamente possível para uma maioria no parlamento, os conservadores e sociais-democratas, atualmente no governo, poderiam acrescentar os verdes ou os liberais, mas também seria possível uma aliança entre conservadores, verdes e liberais, acrescenta a EFE.

A atual chanceler alemã, Angela Merkel, 65 anos, não se recandidata, depois de ter chefiado o governo desde 2005.

PNG // JNM

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Eleições na Alemanha
Após 16 anos de reinado de Merkel, a Alemanha acordou esta segunda-feira vulnerável, dividida. E confusa. Os alemães distribuíram os votos por todo o espectro político numa tentativa de eleger aquele que será o próximo governo da República Federal. As negociações pós eleitorais prometem ser duras e demoradas.