Escolha as suas informações

Alemanha classifica a Moselle de "alto risco"
Mundo 28.02.2021

Alemanha classifica a Moselle de "alto risco"

Alemanha classifica a Moselle de "alto risco"

Foto: Chris Karaba
Mundo 28.02.2021

Alemanha classifica a Moselle de "alto risco"

Redação
Redação
As companhias aéreas, rodoviárias e ferroviárias já não estão autorizadas a transportar passageiros do Moselle para a Alemanha.

Na luta contra a propagação do coronavírus, e em particular das suas variantes, a entrada na Alemanha a partir do Moselle do lado francês vai ser dificultada. A partir de terça-feira, a região fronteiriça francesa que faz fronteira com a Renânia-Palatinado e 0 Sarre será classificada como de alto risco. Os viajantes terão de apresentar um teste negativo tirado até 48 horas antes. 


Alemães terão de apresentar teste PCR negativo para entrar na Moselle
Mesmos os fronteiriços que não se desloquem em trabalho passam a estar obrigados a apresentar um PCR negativo, já a partir de 1 de março.

As companhias aéreas, rodoviárias e ferroviárias já não estão autorizadas a transportar passageiros do Moselle para a Alemanha. O secretário de Estado francês para a Europa, Clément Beaune, disse que lamentava a decisão, especialmente porque a Moselle tinha intensificado as medidas de combate ao vírus. O Presidente da região do Grande Est, Jean Rottner, descreveu estas medidas como "brutais" e "unilaterais". Juntamente com Moselle, 14 países e duas regiões no estrangeiro são considerados zonas de risco a partir de terça-feira, incluindo a Eslováquia, Portugal e Irlanda, para além da República Checa e do Tirol. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.