Escolha as suas informações

Adolescente mata três pessoas e fere oito em escola no norte dos EUA
Mundo 01.12.2021
Tiroteio

Adolescente mata três pessoas e fere oito em escola no norte dos EUA

Tiroteio

Adolescente mata três pessoas e fere oito em escola no norte dos EUA

Foto: AFP
Mundo 01.12.2021
Tiroteio

Adolescente mata três pessoas e fere oito em escola no norte dos EUA

Redação
Redação
Ssuspeito do tiroteio, um estudante de 15 anos, foi preso sem oferecer resistência e remeteu-se ao silêncio. Disparou entre 15 e 20 vezes com uma arma semiautomática.

Três estudantes morreram e outras seis pessoas ficaram esta terça-feira feridas, incluindo um professor, após um adolescente de 15 anos ter aberto fogo numa escola secundária no Estado norte-americano do Michigan (norte), anunciou a força policial local.

De acordo com o Oakland County Sheriff's Office - o departamento de polícia de Oakland -, as três vítimas mortais são um rapaz de 16 anos, uma adolescente de 14 anos e uma jovem de 17 anos. Oito pessoas ficaram feridas e estão a ser tratadas em vários hospitais locais. 

"Seis estão em estado estável e outros dois estão a ser submetidos a cirurgia", lê-se no comunicado da polícia.

De acordo com o oficial da polícia do condado de Oakland, Michael McCabe, o suspeito do tiroteio, um estudante de 15 anos do estabelecimento de ensino de Oxford foi preso sem oferecer resistência e remeteu-se ao silêncio.

“A polícia prendeu o suspeito cinco minutos depois da primeira chamada” para os serviços de emergência, explicou Michael McCabe, numa conferência de imprensa.

Tiroteio de Oxford registou o maior número de mortos numa escola em 2021

De acordo com estatísticas da organização “Everytown for Gun Safety” ('Cada Cidade pela Segurança de Armas', em tradução simples), o tiroteio de Oxford registou o maior número de mortos numa escola no presente ano.

Até ao momento, em 2021, os Estados Unidos registam 138 tiroteios, incluindo 26 com uma ou duas mortes.

Segundo as autoridades locais de Oxford, localidade a norte de Detroit, o alerta foi dado às 12:51 locais (17:51 em Lisboa).

O atirador, adiantaram, disparou entre 15 e 20 vezes com uma arma semiautomática. O jovem suspeito não resistiu aos agentes e foi detido, sem dar qualquer justificação para o sucedido, invocando “o seu direito de não falar”, segundo Michael McCabe.

A investigação terá de determinar se o autor dos disparos o fez de forma aleatória ou se tinha como alvo vítimas identificadas. “É uma situação muito trágica. Temos muitos pais muito ansiosos”, acrescentou o policial.

(Com Agência Lusa)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas