Escolha as suas informações

França. Ministro da Justiça indiciado por suspeitas de prevaricação
Mundo 16.07.2021
Abuso de poder

França. Ministro da Justiça indiciado por suspeitas de prevaricação

Abuso de poder

França. Ministro da Justiça indiciado por suspeitas de prevaricação

AFP
Mundo 16.07.2021
Abuso de poder

França. Ministro da Justiça indiciado por suspeitas de prevaricação

Lusa
Lusa
O ministro da Justiça, Eric Dupond-Moretti foi hoje indiciado por prevaricação após ter sido ouvido pelo Tribunal de Justiça da República, em Paris.

Os juízes entenderam que o antigo advogado, nomeado ministro por Emmanuel Macron há cerca de um ano, terá utilizado o seu cargo para levar a cabo vinganças pessoais contra magistrados que lhe teriam feito frente enquanto Dupond-Moretti ia à barra dos tribunais contra eles.

O ministro foi ouvido hoje no Tribunal de Justiça da República e os seus advogados disseram que o facto de ser indiciado não era "uma surpresa".

"Sem surpresa, ele foi indiciado", disse Christophe Ingain, advogado de ???????Eric Dupond-Moretti, à saída do tribunal, dizendo que a decisão já estava tomada mesmo antes do seu testemunho.

Antes da sua audição frente ao Tribunal de Justiça da República, o ministro disse estar "sereno" e "particularmente determinado", com Dupond-Moretti a ter acusado os sindicatos de "manobras políticas" contra ele e de quererem uma nova personalidade na pasta da Justiça.

Dupond-Moretti é uma das escolhas mais contestadas do mandato de Emmanuel Macron por ser um dos advogados de defesa mais conhecidos de Paris, que durante vários anos representou os seus clientes nalguns dos casos mais conhecidos em França, incluindo processos de corrupção. Até agora, Emmanuel Macron sempre defendeu a sua escolha.

Esta suspeita de utilização do seu cargo para perseguir magistrados do Ministério Público francês veio a público em janeiro deste ano e no início de julho houve mesmo buscas no seu gabinete.

É a primeira vez que um ministro da Justiça francês é formalmente indiciado de um crime enquanto está em funções.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.