Escolha as suas informações

Yves Crutchen é o novo líder dos socialistas luxemburgueses
Luxemburgo 2 min. 09.03.2020 Do nosso arquivo online

Yves Crutchen é o novo líder dos socialistas luxemburgueses

Yves Crutchen é o novo líder dos socialistas luxemburgueses

Foto: Pierre Matgé
Luxemburgo 2 min. 09.03.2020 Do nosso arquivo online

Yves Crutchen é o novo líder dos socialistas luxemburgueses

É com esta votação clara e quase norte-coreana de 98,6" que o sucessor de Franz Fayot foi eleito para presidente do Partido Socialista Luxemburguês (LSAP). O deputado de 44 anos do círculo eleitoral do sul, que chega a presidente do partido no dia Internacional da Mulher, tendo revelado o seu desejo de dar às mulheres um lugar maior destaque na política e na sua organização.

Foi neste domingo, 8 de Março,  em Bascharage, que os 291 delegados do LSAP elegeram Yves Cruchten, sem surpresa, para a presidência do seu partido. O novo líder aproveitou ser dia Internacional da Mulher para centrar o início do seu discurso na necessidade de dar um maior destaque às mulheres nos socialista e na política em geral. 

 Começou por saudar Francine Closener que deveria ter sucedido Franz Fayot, que se tornou ministro da Economia após a saída voluntária do governo de Etienne Schneider, mas que teve de retirar sua candidatura por motivos familiares, no dia 20 de fevereiro, deixando o campo aberto para a eleição do novo líder. 

A chamada de atenção do congresso para a baixa representação das mulheres entre os socialistas foi motivo de outras intervenções na reunião, com a líder das mulheres socialistas, Maxime Miltgen, a recordar que em 2018 os socialistas eram um dos únicos partidos (juntamente com o ADR e os Piratas) a terem apenas candidatos masculinos à sua presidência e só com homens na liderança do grupo parlamentar. 

"Participamos ontem (7 de março) na greve das mulheres, temos de agir hoje", insistiu Maxime Miltgen, no sentido de aumentar a participação e visibilade das mulheres num partido que tem agora quase 4.000 militantes. 

Nesse sentido, o LSAP votou, por larga maioria, uma resolução que estabelece uma quota de 40% de mulheres nas listas que vão ser apresentadas para as próximas eleições municipais de 2023. 

Tendo, no congresso, o líder do partido se comprometer com a ideia de uma presidência mista e bicefala já para o próximo congresso do LSAP, como já existe nos seus colegas de coligação, os verdes. 

Mas não só de luta pela paridade das mulheres se falou no congresso dos socialistas realizado o passado domingo. O LSAP congratula-se com o aumento do salário mínimo e de os dias de férias concretizados pelo governo em que participa, mas garante que há mais batalhar a travar no mundo laboral, defendendo que se caminhe para menos de 40 horas de trabalho semanais. "Vamos continuar a trabalhar nesta questão", assegurou o líder parlamentar socialista, Georges Engel. 

A mesma preocupação social está presente sobre o plano de combate às mudanças climáticas, os socialistas sublinham a urgência destas medidas, mas defendem que "está fora de questão que estas medidas sejam tomadas à custa dos socialimente mais fracos".  

Outra prioridade dos socialistas é a luta contra a pobreza. O partido denuncia a  situação de muitas famílias. "A situação das crianças nos agregados mais pobres é uma vergonha para um país como o Luxemburgo", reconhecem. "Não devemos pôr em causa as estatísticas, mas tomar medidas". Defendem uma revisão dos abonos de família e dotar dos serviços sociais com mais gente. 

Outras das prioridades do partido é a próxima reforma fiscal, a luta contra a especulação imobiliária, o combate à extrema-direita representada pelo ADR, e a necessidade de reformar a democracia. A este respeito o novo presidente sublinhou a importância de impedir já a acumulação de mandatos: "Somos a favor de presidentes de autarquia a tempo integral e contra mandados duplos. É preciso reformar a democracia, se não tomamos já este tipo de medidas, isso atrasará o processo". 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas