Escolha as suas informações

Xavier Bettel recebe ameaças de morte por impor o CovidCheck
Luxemburgo 14.10.2021
Covid-19

Xavier Bettel recebe ameaças de morte por impor o CovidCheck

Covid-19

Xavier Bettel recebe ameaças de morte por impor o CovidCheck

Foto: AFP
Luxemburgo 14.10.2021
Covid-19

Xavier Bettel recebe ameaças de morte por impor o CovidCheck

Redação
Redação
O primeiro-ministro assumiu hoje que teve de reforçar a sua proteção pessoal ter recebido mensagens de que o iam “matar”. “Estas pessoas estão a dizer-me pare com as vacinas”.

O primeiro-ministro do Luxemburgo recebeu ameaças de morte após a apresentação do regime CovidCheck que limita a vida aos não vacinados, sexta-feira, dia 8.  "Isto foi o que me foi oferecido na semana passada, e não é brincadeira. Não o desejo a ninguém, e tenho a certeza de que muitos de vós, nos últimos dias também receberam mensagens de quem não deseja o bem. É por isso, que quando falamos de liberdade, sou totalmente a favor da liberdade, mas só temos de ter cuidado com o tom que usamos", contou esta quinta-feira Xavier Bettel no parlamento dizendo que a polícia aumentou a sua proteção pessoal.

"Quando recebo ameaças de morte e a polícia tem de reforçar a minha proteção, porque alguém me diz que me vai matar ou que vai procurar uma bala e uma arma. Estou a transmitir-vos a mais desagradável das notícias que recebi nos últimos dias. Portanto, estas pessoas estão a dizer-me, pare com estas vacinas, já ouvimos o suficiente, não queremos ouvir mais falar sobre isso”, disse aos deputados o chefe do executivo contando o que lhe aconteceu depois do anúncio da nova ‘lei covid’. Contudo, Xavier Bettel deixou claro que irá continuar com a campanha de sensibilização para a vacinação. “Apesar de tudo, para nós é importante continuar a informar as pessoas que querem ser informadas", vincou.


A federação Horesca diz-se contra o fim dos testes rápidos e a obrigação do regime CovidCheck no setor.
Federação Horesca resignada com obrigação de CovidCheck nos restaurantes e cafés
A Rádio Latina confrontou o secretário-geral da federação com as medidas anunciadas na semana passada pelo primeiro-ministro, Xavier Bettel.

A nova ‘lei covid’ vai entrar em vigor a 19 de outubro e prevê medidas mais duras para os não vacinados com o alargamento do regime CovidCheck à restauração e outros setores da Horeca, às empresas e o fim dos testes rápidos. Por outro lado, o Governo vai continuar a incentivar a vacinação para aumentar o número de vacinados no país, após a estagnação da taxa de vacinação que permanece agora nos 74%, havendo 23,1% de pessoas que resistem a inocular-se contra o vírus da pandemia.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

No Luxemburgo, as empresas do setor público e privado podem adotar o regime CovidCheck que entra em vigor a 1 de novembro, tornando obrigatório para os funcionários a apresentação do certificado, anunciou esta tarde Xavier Bettel.
Na conferência de imprensa, o primeiro-ministro anunciou a criação de cinco centros de vacinação e diz que a vacina é voluntária, mas que espera que a grande maioria da população se vacine. Pretende dar o exemplo: "Vou vacinar-me quando chegar a minha vez"