Escolha as suas informações

Xavier Bettel compara Portugal à Grécia e avisa que Governo tem de respeitar regras da UE
Luxemburgo 13.11.2015 Do nosso arquivo online

Xavier Bettel compara Portugal à Grécia e avisa que Governo tem de respeitar regras da UE

O primeiro-ministro do Luxemburgo com Angela Merkel, à chegada à cimeira euro-africana sobre migrações, em Malta

Xavier Bettel compara Portugal à Grécia e avisa que Governo tem de respeitar regras da UE

O primeiro-ministro do Luxemburgo com Angela Merkel, à chegada à cimeira euro-africana sobre migrações, em Malta
Foto: Reuters
Luxemburgo 13.11.2015 Do nosso arquivo online

Xavier Bettel compara Portugal à Grécia e avisa que Governo tem de respeitar regras da UE

O primeiro-ministro do Luxemburgo comparou a situação em Portugal à Grécia e avisou que "a maioria encontrada" em Portugal para formar Governo tem de respeitar as regras da União Europeia.

O primeiro-ministro do Luxemburgo comparou a situação em Portugal à Grécia e avisou que "a maioria encontrada" em Portugal para formar Governo tem de respeitar as regras da União Europeia.

As declarações foram feitas na quinta-feira à SIC, durante a reunião informal de chefes de Estado e de Governo da União Europeia que se seguiu à cimeira euro-africana sobre migrações, em Malta, e juntou líderes de mais de 60 países.

Bem disposto, Xavier Bettel falou em português à jornalista da SIC, desejando "boa tarde a todos os amigos portugueses", mas deixou um aviso.

"Não podemos mudar as regras só porque o Governo mudou", disse à SIC o primeiro-ministro do Luxemburgo, comparando a "viragem à esquerda" de Portugal com a situação na Grécia.

"Algumas pessoas pensaram que com a chegada de Alexis Tsipras, na Grécia, todas as regras mudariam. Temos de negociar, temos de encontrar compromissos, porque as regras que existem há vinte anos não vão mudar só porque um novo Governo foi eleito. Se em Portugal encontraram uma maioria [para formar Governo], tem de ser uma maioria a favor de todos os portugueses, do país e de uma boa colaboração com a União Europeia", defendeu Xavier Bettel.

O primeiro-ministro luxemburguês é o líder do partido que ficou em terceiro lugar nas últimas legislativas, um caso que faz lembrar a situação portuguesa.

Em 2013, Juncker venceu as eleições com 33,6% dos votos e 23 deputados, mas não conseguiu formar Governo com nenhum dos outros partidos. O Partido Democrático de Xavier Bettel ficou em terceiro lugar, com 18% dos votos e 13 eleitos, mas seria o líder do DP a ser indigitado primeiro-ministro do executivo de coligação formado com os socialistas do LSAP (que ficaram em segundo) e os Verdes (em quarto).


Notícias relacionadas

António Costa terminou a sua visita ao Luxemburgo com uma receção para a qual tinham sido convidados 600 representantes da comunidade portuguesa no Luxemburgo. A receção teve lugar no Cercle Cité, no coração da capital luxemburguesa, e contou com a atuação surpresa do fadista Camané.
Ambos os governantes falaram na amizade que une os dois países
Em entrevista ao Luxemburger Wort e ao CONTACTO, a primeira a um jornal do Luxemburgo, António Costa fala sobre a coligação inédita formada pelos partidos de esquerda e recorda a vinda ao Luxemburgo no último 10 de Junho, reafirmando a intenção de passar o Dia de Portugal com os emigrantes portugueses.
António Costa reafirmou a intenção de passar o Dia de Portugal com emigrantes portugueses, uma promessa que fez quando visitou o Luxemburgo, em Junho
A crise na Grécia está a provocar divisões no governo luxemburguês, com o primeiro-ministro Xavier Bettel e o ministro das Finanças a defenderem uma posição dura em Bruxelas, enquanto outros ministros da coligação enviam mensagens de apoio à Grécia nas redes sociais.
Xavier Bettel, Pierre Gramegna and Nicolas Schmit (l.t.r.)
O primeiro-ministro de Portugal vem ao Luxemburgo no próximo dia 22 de Outubro. O anúncio foi feito hoje pelo primeiro-ministro do Luxemburgo durante um almoço com representantes da comunidade portuguesa.
Passos Coelho, Xavier Bettel e Félix Braz, em Portugal, em Março deste ano.