Escolha as suas informações

Votação. A pandemia tornou os escritórios uma coisa do passado?
Luxemburgo 25.06.2020

Votação. A pandemia tornou os escritórios uma coisa do passado?

Colaboradores nos escritórios da Luxembourg House of Startups.

Votação. A pandemia tornou os escritórios uma coisa do passado?

Colaboradores nos escritórios da Luxembourg House of Startups.
Foto: Pierre Matgé
Luxemburgo 25.06.2020

Votação. A pandemia tornou os escritórios uma coisa do passado?

Redação
Redação
Há quem defina a fase que atravessamos como a maior experiência de teletrabalho de sempre, mas a verdade é que a noção não é nova: foi concebida e normalizada durante a crise do petróleo no início dos anos 70.

As grandes empresas tecnológicas, que na sua generalidade já promoviam algum tipo de regime de trabalho flexível antes da pandemia, foram das primeiras a adotar medidas que permanecerão para lá do isolamento social. O Twitter, por exemplo, permite agora que os seus funcionários trabalhem a partir de casa permanentemente. Outras empresas mais pequenas, como o Spotify ou a Shopify, seguiram a tendência.

Também o Google, o Facebook e a Microsoft, que definiram datas provisórias para a reabertura parcial dos seus escritórios este verão, continuarão a permitir que os seus empregados trabalhem de casa pelo menos até ao final do ano. E não são só os gigantes tecnológicos a fazer mudanças a longo prazo. No final do mês passado, a firma de advogados Slater and Gordon tomou a decisão de fechar permanentemente o seu escritório em Holborn, Londres.


m
A pandemia tornou os escritórios uma coisa do passado?
A pandemia trouxe mudanças drásticas a todos os planos das nossas vidas, mas as alterações na forma como trabalhamos são radicais e prometem ter vindo para ficar.

 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas