Escolha as suas informações

Vai ser possível fazer Luxemburgo-Bruxelas de comboio em duas horas
Luxemburgo 2 min. 29.08.2022
Transportes

Vai ser possível fazer Luxemburgo-Bruxelas de comboio em duas horas

No futuro, os comboios na linha 162 deverão viajar a 160km/h em vez de 130km/h.
Transportes

Vai ser possível fazer Luxemburgo-Bruxelas de comboio em duas horas

No futuro, os comboios na linha 162 deverão viajar a 160km/h em vez de 130km/h.
Foto: Anouk Antony
Luxemburgo 2 min. 29.08.2022
Transportes

Vai ser possível fazer Luxemburgo-Bruxelas de comboio em duas horas

Mélodie MOUZON
Mélodie MOUZON
O recém-inaugurado troço eletrificado de 66 quilómetros deverá aproximar as duas capitais.

A empresa de transporte ferroviário belga, Infrabel, inaugurou recentemente um troço eletrificado de 66 quilómetros na linha 162, que liga o Luxemburgo à Bélgica, na presença dos ministros dos Transportes de ambos os países. O projeto foi iniciado em 2007, com o objetivo de encurtar a ligação entre as duas capitais e simplificar o tráfico ferroviário transfronteiriço.

Benoît Gilson, CEO da Infrabel, descreveu a abertura da nova secção eletrificada como um momento histórico para as "redes férreas do sul da Bélgica".

O novo sistema de catenária pode mudar a sua voltagem de 3.000 volts de corrente contínua para 25.000 volts de corrente alternada, como tem acontecido no Luxemburgo desde 2018. Tal sistema variável é único na Europa, diz Gilson.  


Linha ferroviária entre o Luxemburgo e a Bélgica interrompida em agosto
Os passageiros poderão circular em autocarros de substituição.

Comboios podem circular a 160km/h

A corrente de 25.000 volts, que é significativamente mais alta devido ao uso da corrente alternada, não permite apenas a utilização de uma maior capacidade elétrica no percurso, no qual os comboios poderão agora circular com intervalos menores. Os custos energéticos também são reduzidos em cerca de 6%.

Além disso, os custos de manutenção são mais baixos. Ambos os ministros enfatizaram a importância da modernização da infraestrutura ferroviária na reaproximação das duas capitais europeias. Em última instância, o tempo de viagem deverá ser reduzido em mais de 20 minutos, porque os comboios poderão circular a 160km/h em vez dos atuais 130/km neste troço.

Mesmo que ainda falte algum tempo até ser possível fazer a viagem de comboio entre a Cidade do Luxemburgo e Bruxelas em duas horas, os ministros luxemburguês e belga têm uma visão comum: querem continuar a investir na rede ferroviária para que o comboio se torne o "esqueleto" da mobilidade nos próximos anos.

O orçamento total desta empreitada é de quase 150 milhões de euros, dos quais cerca de 130 milhões provêm de fundos europeus.

(Este artigo foi originalmente publicado na edição alemã do Luxemburger Wort.)

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.