Escolha as suas informações

Vacinação obrigatória no Luxemburgo? Debate é já para a semana
Luxemburgo 02.07.2022
Covid-19

Vacinação obrigatória no Luxemburgo? Debate é já para a semana

Covid-19

Vacinação obrigatória no Luxemburgo? Debate é já para a semana

AFP
Luxemburgo 02.07.2022
Covid-19

Vacinação obrigatória no Luxemburgo? Debate é já para a semana

Redação
Redação
A pandemia da covid está a crescer no país. Especialistas e Conselho de Governo apresentam as suas posições.

Um grupo dos mais prestigiados especialistas vai apresentar na próxima terça-feira as suas recomendações sobre a vacinação obrigatória contra a covid-19 no Luxemburgo.

O parecer desta comissão vai estar depois em cima da mesa no Conselho de Governo da próxima sexta-feira, informa a RTL.

O Governo fará de seguida uma declaração pública e o assunto será depois debatido no parlamento.

O primeiro-ministro Xavier Bettel já tinha manifestado o desejo da discussão sobre esta nova lei polémica acontecer até ao verão para se decidir se se avança ou não com a vacinação obrigatória contra a covid-19 no país.

Se houver consenso político a lei será aprovada e a intenção é que entre em vigor no próximo outono, de modo a prevenir ou atenuar uma nova vaga que se teme que surja nessa altura, como acontece desde há dois anos.


Virologista e membro do Conselho de peritos do governo, Claude Müller.
Luxemburgo está a preparar-se "legalmente" para nova vaga no outono
Virologista e conselheiro do Governo considera que população terá de contar com mais doses de reforço.

O debate ocorre numa altura em que a pandemia da covid-19 está a crescer no país, com os novos casos a aumentarem de semana para semana. Só na semana passada foram detetados cerca de 4500 novas infeções e faleceram sete pessoas devido ao vírus da pandemia.

A obrigatoriedade vacinal contra a covid-19 está a dividir políticos e a sociedade visto para muitos como um atentado à liberdade pessoal e aos direitos humanos.

Atualmente, quase 80% dos residentes do Grão-Ducado estão já com esquema vacinal completo.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas