Escolha as suas informações

Vacina anti-covid chega este sábado ao Luxemburgo
Luxemburgo 5 26.12.2020

Vacina anti-covid chega este sábado ao Luxemburgo

Vacina anti-covid chega este sábado ao Luxemburgo

Robin Van Lonkhuijsen/ANP/dpa
Luxemburgo 5 26.12.2020

Vacina anti-covid chega este sábado ao Luxemburgo

Redação
Redação
As primeiras 9750 doses da vacina contra a covid-19 vêm diretamente da Bélgica para o País. A partir de dia 28 começa a campanha de vacinação.

É o começo de uma nova fase da batalha contra a pandemia. A melhor e única arma até agora descoberta para travar a propagação do novo coronavírus, a vacina, chega este sábado ao Grão-Ducado e aos restantes países da União Europeia, como Portugal.

Luxemburgo recebe as primeiras 9.750 doses da vacina da Pfizer/Biontech e já daqui a dois dias, dia 28 começa a campanha de vacinação, no Hall Vitor Hugo.

Os primeiros a receber esta imunização são os médicos e profissionais de saúde. Contudo, como cada vacina precisa de duas doses para ser eficaz, as 9.750 doses dão para 4.850 pessoas. 


Covid-19. Portugal recebe primeiro lote de vacinas no sábado
País vai também receber mais 70 mil doses do que o inicialmente previsto para esta fase.

Entre os dias 28, 29 e 30 de dezembro, 430 profissionais de saúde do país podem ser vacinados diariamente, no Hall Vitor Hugo. O centro de vacinação do país só voltará a abrir portas na semana de 18 de janeiro, para dar a segunda dose da vacina a quem a vai receber na primeira fase.

Outros lotes de vacina anti-covid chegarão ao país em janeiro, embora ainda não há confirmação oficial das datas. 

Também Portugal, recebe este sábado, as primeiras 9.750 doses da vacina da Pfizer/Biontech, destinando-as igualmente às equipas de saúde do país. O primeiro lote de vacinas é hoje entregue aos países da União Europeia. O Reino Unido já recebeu mais cedo a vacina, estando já a decorrer a campanha de vacinação naquele país.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

UE adquire mais 100 milhões doses da vacina da Pfizer-BioNTech
Bruxelas havia adquirido 200 milhões de doses desta vacina, que contava que fossem administradas até setembro de 2021, tendo agora decidido reservar mais 100 milhões de doses, mesmo contando dispor muito em breve de outras vacinas contra a covid-19, dado ter uma ampla carteira de potenciais vacinas.