Escolha as suas informações

Vítimas de violência. Unidade Médico-Legal já fez 27 exames
Luxemburgo 15.11.2019

Vítimas de violência. Unidade Médico-Legal já fez 27 exames

Vítimas de violência. Unidade Médico-Legal já fez 27 exames

Foto: dpa
Luxemburgo 15.11.2019

Vítimas de violência. Unidade Médico-Legal já fez 27 exames

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Esses exames salvaguardam as provas biológicas em vítimas de violência doméstica. No entanto, o número de chamadas telefónicas para obter informações é duas a três vezes superior ao dos exames realizados.

A Unidade Médico-Legal de apoio às vítimas de violência já realizou 27 exames clínicos, desde a sua abertura, em julho do ano passado.

Quatro dos 27 exames estavam relacionados com violência sexual. Nos outros, tratou-se essencialmente de violência física, nalguns casos de tentativa de estrangulamento.

Estes dados foram revelados pelos ministros da Igualdade, da Saúde e da Justiça, em resposta a uma pergunta parlamentar do deputado do partido socialista (LSAP), Dan Biancalana.

O serviço do Laboratório Nacional de Saúde é destinado às vitimas de violência física e sexual que, numa primeira fase, não optam por denunciar o agressor.

Graças a este tipo de exame médico-legal ficam registados os ferimentos sofridos, o que pode contribuir para que as vítimas se sintam mais motivadas para apresentar queixa do autor das agressões.

A equipa do serviço é composta por três médicos de medicina legal – comprometidos com o sigilo clínico –, e por dois colaboradores administrativos.

Toda a documentação, nomeadamente exames médicos, análises e fotografias dos ferimentos sofridos, é arquivada anonimamente, sob pseudónimo.

Os resultados que registam as provas de agressão são conservados durante dez anos.

Na prática é possível marcar consulta, a qualquer hora, por telefone, através do número 621 85 80 80.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.