Escolha as suas informações

Vídeo. Jornalistas agredidos ontem nas manifestações dos coletes amarelos

Vídeo. Jornalistas agredidos ontem nas manifestações dos coletes amarelos

Foto: AFP
Luxemburgo 13.01.2019

Vídeo. Jornalistas agredidos ontem nas manifestações dos coletes amarelos

Ministério do Interior francês refere que o movimento contou com 84 mil participantes em todo o país, voltando a ganhar força à nona semana de protestos.

Vários jornalistas foram ontem agredidos em França durante as manifestações do movimento dos coletes amarelos que, segundo dados divulgados pelo Ministério do Interior, reuniram 84 mil participantes por todo o país, voltando a ganhar força à nona semana.

Entre os casos de agressões a jornalistas está, de acordo com o Le Monde, o que aconteceu em Rouen com dois profissionais da LCI e os agentes de segurança que os acompanhavam (um teve mesmo de ser transportado ao hospital), conforme pode ver-se neste vídeo colocado no Twitter pelo diário regional Paris Normandie.  

O diário francês cita Valérie Nataf, respoonsável de redação da LCI, que condenou as agressões no Twitter e a intenção de apresentar queixa na justiça contra os agressores.

Por outro lado, e ainda de acordo com o Le Monde, em Paris uma jornalista também da LCI foi atirada ao chão antes de ser protegida por outros manifestantes. Em Toulon, dois jornalistas que filmavam os acontecimentos para a France Presse foram agredidos nas costas e, na cidade de Marselha, um jornalista da France 3 e dois repórteres fotográficos foram obrigados a afastar-se enquanto eram insultados e acusados de mentir. Em Toulouse, uma jornalista de La Depêche du Midi refugiou-se no interior do seu carro enquanto vários manifestantes gritavam e a ameaçavam de violação. 

O ministro da Cultura, Frank Reister, condenou via Twitter o que considerou um "violento linchamento" dos jornalistas e Christophe Castaner, ministro do Interior, assegurou que os agressores devem "prestar contas à justiça".  


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.