Escolha as suas informações

Uso de água potável baixa de "fase de vigilância" para "fase de sensibilização"
Luxemburgo 04.08.2022
Poupar água

Uso de água potável baixa de "fase de vigilância" para "fase de sensibilização"

Poupar água

Uso de água potável baixa de "fase de vigilância" para "fase de sensibilização"

Foto: Karolina Grabowska/Pixabay
Luxemburgo 04.08.2022
Poupar água

Uso de água potável baixa de "fase de vigilância" para "fase de sensibilização"

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
Segundo as previsões, a falta de chuva e o tempo seco deverão provocar "potencialmente" um novo recorde dos níveis mínimos dos caudais de água no Luxemburgo.

A medida tinha sido decretada pelo Ministério do Ambiente e pela Administração de Gestão da Água no dia 13 de julho, devido ao elevado consumo de água, associado ao calor extremo.

No entanto, o nível baixou agora para a “fase de sensibilização", depois de o consumo ter diminuído a partir do início das férias coletivas, a 29 de julho, referem as autoridades em comunicado conjunto.

Com grande parte da população de férias no estrangeiro, "atualmente, o consumo real já não justifica a manutenção da fase de vigilância a nível nacional", justificam o Ministério do Ambiente e a Administração de Gestão da Água.

Dependendo da evolução do clima e do consumo nas próximas semanas, poderão ser aplicadas restrições e o nível de alerta laranja poderá ser mesmo declarado a nível comunal. As autoridades continuam a apelar à população para limitar ao máximo o consumo de água potável e a evitar qualquer desperdício.

Segundo as previsões, a falta de chuva e o tempo seco deverão provocar "potencialmente" um novo recorde dos níveis mínimos dos caudais de água no Luxemburgo.

Como impacto, a sobrevivência da fauna e flora do ambiente fluvial serão prejudicados, refere o Ministério do Ambiente. Por essa razão, continua a ser proibida a retirada de água dos rios, riachos ou lagos.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas