Escolha as suas informações

União Europeia: Agricultores mais jovens são luxemburgueses
Luxemburgo 09.11.2017

União Europeia: Agricultores mais jovens são luxemburgueses

União Europeia: Agricultores mais jovens são luxemburgueses

Foto: Gerry Huberty
Luxemburgo 09.11.2017

União Europeia: Agricultores mais jovens são luxemburgueses

Os luxemburgueses são os agricultores mais jovens da União Europeia (UE), segundo dados do Eurostat. De acordo com o Gabinete de Estatísticas da União Europeia, cerca de 50% dos agricultores do Luxemburgo tinham menos de 40 anos de idade em 2015.

Os luxemburgueses são os agricultores mais jovens da União Europeia (UE), segundo dados do Eurostat. De acordo com o Gabinete de Estatísticas da União Europeia, cerca de 50% dos agricultores do Luxemburgo tinham menos de 40 anos de idade em 2015.

Cerca de 10 milhões de pessoas trabalham na agricultura nos países da EU, sendo apenas 4,4% do total de postos de trabalho na União Europeia.

Contudo, o Eurostat consta grandes disparidades entre os países. Por exemplo, na Roménia a agricultura absorve 26% do emprego, enquanto no Luxemburgo não passa de 0,8%.

E se o Grão-Ducado tem os agricultores mais jovens, já Portugal tem os lavradores são os mais velhos:  Cerca de 42% têm mais de 65 anos e só há 14% com menos de 40 anos.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Grão-Ducado é o sexto país com mais agricultores jovens
O ministro da Agricultura luxemburguês, Fernand Etgen, não incentivaria os seus filhos a enveredar pelo trabalho agrícola, como reconheceu em entrevista ao Contacto esta semana. E de acordo com uma sondagem da TRS Ilres, há poucos que o fazem: apenas 13% das pessoas incitariam os seus filhos a trabalhar na agricultura. Mas o Luxemburgo não compara mal no que se refere à percentagem de empresários agrícolas jovens.
Pouco mais de 15% dos empresários agrícolas no Luxemburgo têm até 40 anos.
9% dos trabalhadores têm contrato a termo no Luxemburgo
No Luxemburgo, 9% dos trabalhadores entre os 15 e os 64 anos tinham um contrato a termo certo no ano passado. Esta é a décima taxa mais baixa entre os países da União Europeia (UE) e fica muito abaixo da média, que é de 14,3%.