Escolha as suas informações

Um teste à covid-19 gratuito para todos os que chegam a Findel
Luxemburgo 30.05.2020

Um teste à covid-19 gratuito para todos os que chegam a Findel

Um teste à covid-19 gratuito para todos os que chegam a Findel

Foto : Guy Jallay
Luxemburgo 30.05.2020

Um teste à covid-19 gratuito para todos os que chegam a Findel

Patrick JACQUEMOT
Patrick JACQUEMOT
No mesmo momento que os primeiros voos da Luxair estão a descolar do aeroporto do Luxemburgo, o Governo anunciou que vai começar um projeto piloto para todos os viajantes que desembarquem de um avião e que desejem ser testados.

A partir do dia 29 de maio, será oferecido um voucher a qualquer pessoa que chegue ao Luxemburgo por via aérea. Não se trata de um vale de 50 euros para uma noite no Grão-Ducado (como em breve será dado a cada habitante e trabalhador fronteiriço) mas um papel que lhe permita ser testado à covid-19. 

O ministro da Mobilidade, François Bausch (Déi Gréng), lançou esta nova iniciativa no preciso momento que o Aeroporto de Findel terminava, esta sexta-feira, com dois meses de confinamento quase total. 

Este é um projeto-piloto, adverte o ministério, que trabalhou com a Direcção da Saúde para desenvolver esta operação. Assim, qualquer viajante que desembarque de um avião (seja qual for a origem do seu voo), poderá beneficiar deste rastreio gratuito. 

O teste pode ser realizado logo em Findel. As autoridades acabam de instalar um local para exames a covid-19 no próprio terminal. 

Esta análise, que não é no entanto obrigatória, pode também ser efectuada nos dias seguintes ao desembarque num laboratório de análises médicas luxemburguês.

 Seguindo o exemplo do que está previsto para aqueles que irão participar na actual campanha nacional de rastreio no país, cada pessoa testada receberá o resultado do seu teste. 

"Em caso de resultado positivo, será aplicado o procedimento de isolamento habitual, bem como um rastreio dos contactos no Luxemburgo", adverte o Ministério da Mobilidade.  Para além disso, as autoridades do país de residência da pessoa testada serão igualmente informadas de um resultado positivo. 

 Por enquanto, o Governo planeia manter esta medida de saúde durante um mês. Se os resultados obtidos puderem ajudar a controlar a infecção pelo coronavírus, o projecto-piloto pode ser prolongado por mais um mês. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas