Escolha as suas informações

Um terço das mortes no Luxemburgo devem-se a doenças cardiovasculares
Luxemburgo 20.01.2016 Do nosso arquivo online
10 mortes por dia

Um terço das mortes no Luxemburgo devem-se a doenças cardiovasculares

Um terço das mortes em 2014 (1.189) devem-se às doenças cardiovasculares
10 mortes por dia

Um terço das mortes no Luxemburgo devem-se a doenças cardiovasculares

Um terço das mortes em 2014 (1.189) devem-se às doenças cardiovasculares
Foto: Shutterstock
Luxemburgo 20.01.2016 Do nosso arquivo online
10 mortes por dia

Um terço das mortes no Luxemburgo devem-se a doenças cardiovasculares

Em 2014, a Direcção de Saúde registou 3.802 mortes no Luxemburgo. Em média morreram 10 pessoas por dia, 73 por semana e 317 por mês. Um terço das mortes estão ligadas às doenças cardiovasculares.

Em 2014, a Direcção de Saúde registou 3.802 mortes no Luxemburgo. Em média morreram 10 pessoas por dia, 73 por semana e 317 por mês. Um terço das mortes estão ligadas às doenças cardiovasculares.

Apesar de a taxa de mortalidade causada por doenças que afectam os vasos sanguíneos e o coração ter regredido de 39% para 31% nos últimos dez anos, elas continuam a ser a principal causa de morte no Grão-Ducado.

De acordo com o comunicado divulgado esta quarta-feira pela Direcção de Saúde, 1.189 pessoas morreram em 2014 devido a doenças cardiovasculares, perfazendo cerca de um terço das 3.802 mortes.

A segunda causa de morte no Luxemburgo é o cancro, representando 30,4% dos óbitos (1.164 pessoas). Em 2014, 673 homens (57,8%) e 491 mulheres (42,%) morreram com esta doença.

Os casos mais comuns de cancro entre os homens foram o do estômago, pulmões e órgãos genitais. Nas mulheres, prevalecem o cancro do estômago, pulmão e o cancro da mama.

Contrariamente às doenças cardiovasculares, a taxa de mortalidade ligada ao cancro aumentou nos últimos dez anos, de 26% para 30%.

As doenças do sistema respiratório são responsáveis por 7% dos óbitos (265 pessoas), representando a terceira causa de morte.

As mortes causadas por razões externas (suicídio, acidentes de viação, quedas, entre outras) representam 6,9% do total (261 óbitos), sendo a principal causa de mortalidade entre pessoas até aos 50 anos, sobretudo nos homens, refere a Direcção da Saúde. No total, 85 mortes foram atribuídas a suicídio ou a incidentes cuja intenção não foi determinada (66 homens e 19 mulheres). As quedas provocaram 55 mortes, e os acidentes de viação 38.


Notícias relacionadas

O cancro nas mulheres está a aumentar, segundo dados divulgados pela Direção da Saúde. Já as doenças cardiovasculares, apesar da ligeira descida, continuam a ser a principal causa de morte no Grão-Ducado.
Breast cancer awareness. Woman in pink bra holding a pink ribbon, a reminder of the importance of breast examination in healthcare and medicine, to maintain and sustain a cancer-free, healthy lifestyle.