Escolha as suas informações

Um ano depois, morte de criança no mercado da Natal continua sem resposta
Luxemburgo 24.11.2020 Do nosso arquivo online

Um ano depois, morte de criança no mercado da Natal continua sem resposta

Um ano depois, morte de criança no mercado da Natal continua sem resposta

Foto: Gerry Huberty
Luxemburgo 24.11.2020 Do nosso arquivo online

Um ano depois, morte de criança no mercado da Natal continua sem resposta

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O Ministério Público ordenou uma investigação, no entanto, um ano depois, as causas do incidente fatal ainda não foram totalmente apuradas.

Assinala-se esta terça-feira um ano da morte de um menino de dois anos no mercado de Natal, na cidade do Luxemburgo.  O acidente ocorreu perto da pista de gelo, na place Guillaume II, quando uma escultura de gelo de 2,5 metros caiu e um dos blocos, com cerca de 700 quilos, atingiu a criança. Apesar da intervenção no local, o menino acabou por falecer na ambulância, a caminho do hospital.


Queda de escultura de gelo causa a morte de uma criança
A queda do bloco de gelo aconteceu ontem à noite no mercado de Natal na praça Guillaume II no centro da cidade do Luxemburgo.

O Ministério Público ordenou uma investigação, no entanto, um ano depois, as causas do incidente fatal ainda não foram totalmente apuradas. Segundo o Luxemburger Wort, o Ministério Público prevê terminar a investigação em 2021, no entanto não adiantou mais pormenores sobre a data em que finalmente serão conhecidas as causas deste drama. 

O Ministério Público diz já ter tido acesso a um primeiro relatório de um dos especialistas, que investigou as causas do acidente, mas não revela para já o conteúdo desse relatório, acrescentando que no âmbito desse relatório, algumas pessoas foram ouvidas pelas instâncias judiciais.

A escultura tinha sido realizada três horas antes do incidente e segundo declarações do próprio escultor, um dia após a tragédia numa entrevista ao Wort, “tecnicamente a escultura não podia cair, e só uma intervenção humana podia causar este drama”.

Resta esperar pelas conclusões da investigação, para saber quem terá de assumir as suas responsabilidades nesta tragédia que vitimou mortalmente um menino de dois anos.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas