Escolha as suas informações

Turismo. Vales de 50 euros válidos até 18 de abril
Luxemburgo 18.12.2020

Turismo. Vales de 50 euros válidos até 18 de abril

Turismo. Vales de 50 euros válidos até 18 de abril

Pixabay
Luxemburgo 18.12.2020

Turismo. Vales de 50 euros válidos até 18 de abril

Teresa CAMARÃO
Teresa CAMARÃO
Pelo menos até à primavera poderá continuar a descontar os vouchers nas suas estadias em hotéis, pensões e parques de campismo do país.

Aprovado na Câmara dos Deputados, o prolongamento do prazo dos vales de 50 euros, que o Governo instituiu para contrariar as quebras registadas no turismo, já tem data marcada. Até 18 de abril os vouchers continuam a poder ser descontados nas estadias em hotéis, pensões e parques de campismo do Grão-Ducado. A notícia foi avançada pelo ministro das Classes Médias e do Turismo, Lex Delles, nas redes sociais. 

"Nas últimas semanas, muitas pessoas não puderam aproveitar o voucher de 50 euros para a noite por motivos sanitários. Neste contexto, foi decidido prorrogar a validade dos vouchers de 50 euros, ainda não resgatados, até 18 de abril de 2021", escreve o governante na sequência da aprovação da moção lançada pelos conservadores do CSV, na passada quinta-feira. 

Inicialmente, os conservadores apontaram para 31 de maio do próximo ano, mas a data acabou por ser retirada do texto que foi a votos. Agora é oficial. Pelo menos até à primavera poderá continuar a poder descontar o incentivo do governo no valor total da estadia. 

Em finais de outubro, numa resposta parlamentar, o ministro das Classes Medias e do Turismo anunciou que até essa data, dos 730 mil cupões emitidos, cerca de 68 mil já tinham sido utilizados. De qualquer forma, logo no fim da primeira quinzena de novembro, os hotéis da capital já tinham registados perdas de 80%, de acordo com  secretário-geral da Horesca, François Koepp.

Em entrevista à Rádio Latina, o responsável pelo setor que é, de resto, um dos mais afetados pela crise sanitária, estimou na altura que a atividade só regresse à normalidade no verão do próximo ano. Até lá, confessa que tem sido difícil sobreviver.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas