Escolha as suas informações

Tripartida. Ajudas à população começaram a ser discutidas num castelo
Luxemburgo 6 18.09.2022
Aumento custo de vida

Tripartida. Ajudas à população começaram a ser discutidas num castelo

O primeiro dia das reuniões tripartidas no Castelo de Senningen, neste domingo.
Aumento custo de vida

Tripartida. Ajudas à população começaram a ser discutidas num castelo

O primeiro dia das reuniões tripartidas no Castelo de Senningen, neste domingo.
Foto: Alain Piron
Luxemburgo 6 18.09.2022
Aumento custo de vida

Tripartida. Ajudas à população começaram a ser discutidas num castelo

Redação
Redação
Veja as imagens da primeira reunião entre governo, sindicatos e patronato para decidir os apoios face ao aumento da energia e da inflação.

Quais serão os apoios financeiros e sociais para as famílias do Grão-Ducado enfrentarem o duro inverno que aí vem, com aumento da inflação, do custo de vida e do preço da energia? Este é o tema central da tripartida extraordinária que começou este domingo reunindo o Governo e os parceiros sociais, sindicatos e empregadores. 

O Castelo de Senningen foi o local escolhido para as reuniões que irão prosseguir amanhã e depois. Xavier Bettel já declarou que as famílias e as empresas não podem ficar sem apoios perante esta crise energética e económica, gerada pelos cortes de abastecimento do gás russo à Europa, como represália das sanções colocadas pela UE à Rússia pela invasão ucraniana e também como consequência da própria guerra.

O "acesso à energia não pode ser um luxo" nem depender dos "rendimentos das famílias", como declarou já Xavier Bettel considerando fundamental que Governo, sindicatos e empregadores cheguem a um acordo nestes três dias de reuniões sobre os apoios a conceder. 


Apelo de um português. Salário mínimo não chega para renda, comida e combustível
Limitar a subida dos preços dos produtos essenciais. É isto que pede uma nova petição pública, lançada por um residente português.

Se as negociações falharem o Governo irá "assumir as suas responsabilidades", adiantou o vice-primeiro-ministro François Bausch no sábado, véspera do primeiro encontro. Bausch defende que os apoios terão de ser "seletivos" para "reduzir a miséria social". 

Amanhã, terá lugar nova reunião da tripartida, no mesmo local, no Castelo de  Senningen. À hora da publicação desta notícia ainda não havia qualquer informação como tinha decorrido o primeiro dia de debate, entre Governo e parceiros sociais. As expectativas são altas, aguardando-se a comunicação do primeiro-ministro sobre as decisões tomadas nestes encontros.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas