Escolha as suas informações

Transportes públicos: Bernie Sanders elogia Luxemburgo

Transportes públicos: Bernie Sanders elogia Luxemburgo

Foto: Anouk Antony
Luxemburgo 07.12.2018

Transportes públicos: Bernie Sanders elogia Luxemburgo

Diana Alves
Depois de a notícia ter sido retomada por vários jornais internacionais, agora foi a vez de o senador norte-americano Bernie Sanders comentar o anúncio da gratuitidade dos transportes públicos no Luxemburgo.

Bernie Sanders, derrotado por Hillary Clinton nas eleições primárias do Partido Democrata com vista às presidenciais norte-americanas de 2016, partilhou nas redes sociais uma notícia do britânico The Guardian sobre o tema, dando os "parabéns ao Luxemburgo por dar o importante passo de tornar os seus transportes públicos gratuitos".

"Numa altura em que os cientistas nos alertam para a urgência de tomarmos medidas imediatas e agressivas para contermos as emissões de poluentes, os transportes públicos são uma alternativa excelente que dá às pessoas a opção de saírem dos seus carros e entrarem em autocarros e comboios", escreve o senador na sua página na rede social Facebook. O político norte-americano acrescenta ainda que "ao usarmos autocarros elétricos em vez de autocarros movidos a combustíveis fósseis, podemos reduzir ainda mais as emissões".

O anúncio sobre a gratuitidade dos transportes públicos no Grão-Ducado tem aparecido nos últimos dias em vários jornais internacionais. O The Guardian, o The Independent e o Irish Times são alguns dos meios de comunicação que salientaram a medida tornada pública esta semana, com a divulgação do acordo de Governo assinado por liberais, socialistas e ecologistas. A imprensa portuguesa também deu relevância ao anúncio.


Transportes gratuitos para todos só em 2020
O programa do Governo de Xavier Bettel – executivo que pela primeira-vez da História do Luxemburgo terá um 'número 2' de origem portuguesa [o ministro da Justiça, Félix Braz,] – é ratificado esta terça-feira pelos partidos democrático (DP), socialista (LSAP) e ecologista (Déi Gréng) que convocaram congressos extraordinários para o final do dia.

Em grande destaque está o facto de o Grão-Ducado vir a ser o primeiro país do mundo com uma rede de transportes públicos completamente gratuita. Autocarros, comboios e elétricos serão gratuitos para todos, algo que, segundo a imprensa, será então uma estreia mundial. Embora os media indiquem que os utentes dos transportes deixarão de ter de pagar já a partir do próximo verão, o acordo de Governo já adiantou que a medida entrará em vigor "durante o primeiro trimestre de 2020".

 Os partidos da coligação apresentaram esta semana algumas das medidas com as quais os cidadãos vão poder contar durante os próximos cinco anos, entre elas o aumento do salário mínimo em cem euros líquidos e dois dias livres a mais

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas