Escolha as suas informações

Transfronteiriços também têm direito a vales para testes gratuitos
Luxemburgo 17.01.2022
CovidCheck nas empresas

Transfronteiriços também têm direito a vales para testes gratuitos

CovidCheck nas empresas

Transfronteiriços também têm direito a vales para testes gratuitos

Foto: dpa
Luxemburgo 17.01.2022
CovidCheck nas empresas

Transfronteiriços também têm direito a vales para testes gratuitos

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Regime 3G do CovidCheck é obrigatório nas empresas do Grão-Ducado desde 15 de janeiro.

Os transfronteiriços que exercem uma atividade profissional no Luxemburgo também têm direito a 20 vales para acederem a testes de antigénio gratuitos. Única condição: ter recebido uma primeira dose do fármaco contra a covid-19 no país de residência.

A oferta existe também para os residentes do Grão-Ducado, a fim de facilitar a introdução do certificado 3G nas empresas, obrigatório desde 15 de janeiro. Desde sábado, que todos os trabalhadores do país têm de apresentar obrigatoriamente um certificado de vacinação completa, ou de recuperação da doença, ou um teste de rastreio negativo para poderem aceder ao local de trabalho.


IPO.Covid-Check am Arbeitsplatz.Foto:Gerry Huberty/Luxemburger Wort
Trabalhadores que recusem tirar férias perdem salário relativo às horas não trabalhadas
Governo explica que quem não tirar férias devido a não apresentar o CovidCheck não recebe salário pelas horas não trabalhadas. Medida tem impacto no seguro de pensão dos trabalhadores em causa.

Para receber os 20 vales, os transfronteiriços, residentes em França, Bélgica ou na Alemanha e que receberam uma primeira dose da vacina, têm de enviar um pedido via email para codes-testing-armee@ms.etat.lu, a fim de receber os vouchers. 


Centros de testes para trabalhadores não vacinados abrem esta sexta-feira
CovidCheck 3G obrigatório nas empresas entra em vigor a partir deste sábado, 15 de janeiro.

Os testes de antigénio podem depois ser feitos num dos cinco centros de testagem geridos pelo Exército luxemburguês.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas