Escolha as suas informações

Transfronteiriços continuam a poder entrar no Luxemburgo
Luxemburgo 13.03.2020

Transfronteiriços continuam a poder entrar no Luxemburgo

IPO.PK Stellungnahme Regierung Coronavirus.Lex Delles,Xavier Bettel,Paulette Lenert,Franz Fayot. Foto: Gerry Huberty/Luxemburger Wort

Transfronteiriços continuam a poder entrar no Luxemburgo

IPO.PK Stellungnahme Regierung Coronavirus.Lex Delles,Xavier Bettel,Paulette Lenert,Franz Fayot. Foto: Gerry Huberty/Luxemburger Wort
Gerry Huberty
Luxemburgo 13.03.2020

Transfronteiriços continuam a poder entrar no Luxemburgo

Redação
Redação
Cerca de 70% dos funcionários do sector médico luxemburguês são transfornteiriços.

Para já não estão previstas medidas para impedir a entrada de transfronteiriços no Luxemburgo, apesar da presença de um surto na região francesa do Grand-Est. "No total, 70% das pessoas que trabalham no sector médico são trabalhadores fronteiriços. Por isso deveremos fechar os hospitais?", foi a pergunta lançada por Xavier Bettel,  primeiro-ministro luxemburguês na conferência de imprensa de ontem.  

"Mas o ministro Lex Delles (ministro do Turismo e das Classes Médias) está em contacto constante com os responsáveis, e estamos a avaliar a situação". acrescentou.  No entanto, Paulette Lenert, ministra da Saúde, deixou algumas mensagens tranquilizadoras: "Deve lembrar-se que em 80% dos casos, a infecção não deverá provocar problemas graves", acrescentou. Se pudermos esperar que até 70% da população esteja contaminada, a maioria deles viverá sem estar em risco. De acordo com a ministra não há necessidade de fechar supermercados.


Notícias relacionadas

Xavier Bettel fala ao país às 18h00
O chefe de governo convocou para este domingo um conselho de ministros extraordinário, dedicado a medidas para combater a propagação do coronavírus, que serão apresentadas no final da reunião, em conferência de imprensa.