Escolha as suas informações

‘Tram’ de alta velocidade na lista de grandes projetos do Governo
Luxemburgo 02.10.2020 Do nosso arquivo online

‘Tram’ de alta velocidade na lista de grandes projetos do Governo

Newsdesk, Illustration Tram, Luxtram, Foto: Chris Karaba/Luxemburger Wort

‘Tram’ de alta velocidade na lista de grandes projetos do Governo

Newsdesk, Illustration Tram, Luxtram, Foto: Chris Karaba/Luxemburger Wort
Chris Karaba
Luxemburgo 02.10.2020 Do nosso arquivo online

‘Tram’ de alta velocidade na lista de grandes projetos do Governo

Diana ALVES
Diana ALVES
O elétrico de alta velocidade entre a cidade do Luxemburgo e o sul do país faz parte das lista de grandes projetos do Governo para os próximos anos. A lista, apresentada na quinta-feira aos deputados da comissão das obras públicas, contém 20 projetos de “grandes infraestruturas”, incluindo edifícios públicos, estradas e outras infraestruturas rodoviárias e ferroviárias.

Um deles diz então respeito à “infraestrutura de transporte no âmbito do tram rápido entre o Luxemburgo e o sul”, de acordo com uma nota divulgada pela Câmara dos Deputados. 

O projeto prevê, entre outras infraestruturas, a planificação da linha propriamente dita e da autoestrada multimodal A4, anunciadas em 2018.A remodelação da estação ferroviária de Ettelbrück é outro dos projetos do Executivo. As obras, orçadas em 11 milhões de euros, deverão arrancar no final de 2022. 

Olhando para os edifícios públicos, destaque por exemplo para a Escola Fundamental Internacional de Mondercange, que vai ocupar as instalações do antigo edifício da escola EDIFF. 

A futura escola fundamental internacional de Mondercange deverá ter capacidade para acolher 280 alunos repartidos por 12 turmas.Já Kirchberg deverá ver nascer um novo centro gerido pelo Gabinete Nacional de Acolhimento (ONA, na sigla em francês). 

O projeto prevê a construção de um edifício de cinco andares, quatro deles com dez quartos cada. Desses, quatro serão equipados de modo a poderem acolher pessoas com mobilidade reduzida. Terá capacidade para 120 pessoas.

Os vinte projetos serão financiados pelo Estado, embora o custo exato de cada um ainda não tenha sido detalhado.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas