Escolha as suas informações

Trabalhadores de funerárias não terão prioridade na vacinação
Luxemburgo 05.03.2021

Trabalhadores de funerárias não terão prioridade na vacinação

Trabalhadores de funerárias não terão prioridade na vacinação

Guy Jallay
Luxemburgo 05.03.2021

Trabalhadores de funerárias não terão prioridade na vacinação

Diana ALVES
Diana ALVES
Os trabalhadores de agências funerárias e de crematórios não terão prioridade no processo de vacinação da população contra a covid-19.

Na resposta a uma questão parlamentar da deputada Nancy Arendt, do Partido Cristão-Social (CSV), a ministra da Saúde adianta que o plano nacional de vacinação não prevê a priorização de grupos profissionais, à exceção dos profissionais de saúde vacinados na primeira fase da campanha. As perguntas da deputada cristã-social surgiram depois de a federação que representa os centros funerários e crematórios ter levantado a questão. 

Na resposta, Paulette Lenert confirma que a entidade enviou uma carta à Direção da Saúde, em janeiro, argumentando que os seus membros estão contacto com o vírus ao serem regularmente chamados a clínicas e lares de idosos, acabando também por estar em contacto com pessoas dos grupos considerados vulneráveis.

Porém, segundo a ministra, não lhes será dada prioridade na ordem de vacinação. Lenert explica que, apesar de os trabalhadores de funerárias e crematórios se deslocarem com frequência aos hospitais, "em princípio não entram nas unidades onde os pacientes vulneráveis estão internados".


Ministra da Família. Vacinação completa nos lares até final de março
Até 25 de março, o Governo espera ter administrado a segunda dose da vacina contra a covid-19 nos lares, locais particularmente vulneráveis à presença do vírus.

Quanto aos lares de idosos, a ministra frisa que também aqui "não é suposto" que tenham contacto com as pessoas consideradas vulneráveis, acrescentando que, entretanto, os residentes destas daquelas estruturas foram vacinados contra o novo coronavírus.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas