Escolha as suas informações

Trabalhador morto em estaleiro de construção no Luxemburgo era português
Luxemburgo 11.11.2016

Trabalhador morto em estaleiro de construção no Luxemburgo era português

Trabalhador morto em estaleiro de construção no Luxemburgo era português

Foto: Chris Karaba
Luxemburgo 11.11.2016

Trabalhador morto em estaleiro de construção no Luxemburgo era português

O trabalhador que morreu ontem num acidente de trabalho num estaleiro da construção na Cloche d'Or, no Luxemburgo, era português, confirmou hoje ao Contacto o cônsul de Portugal no Luxemburgo. Um ferido em estado grave também terá nacionalidade portuguesa.

O trabalhador que morreu ontem num acidente de trabalho num estaleiro da construção na Cloche d'Or, no Luxemburgo, era português, confirmou hoje ao Contacto o cônsul de Portugal no Luxemburgo.

O português, com 32 anos, foi atingido pela queda de uma placa de betão, no estaleiro de construção do futuro centro comercial Auchan.

Segundo as informações de Rui Monteiro, o trabalhador era natural de Mira e estava inscrito no Consulado de Portugal do Luxemburgo desde 2009. 

Outro trabalhador ficou em "estado extremamente grave", tendo sido operado no Hospital de Esch, disse fonte da Polícia ao Contacto.  Segundo a mesma fonte, o trabalhador "também tinha nome português", não havendo ainda confirmação da sua nacionalidade.

O acidente deu-se na quinta-feira, cerca das 10h50. Segundo as informações da Polícia, na origem do acidente terá estado a queda de uma placa de betão. A placa "atravessou vários andares", atingindo os dois trabalhadores.

Ministro do Trabalho envia condolências

Ontem, o ministro do Trabalho enviou as condolências à família da vítima mortal, no que é um precedente neste tipo de ocorrências.

"Na sequência do acidente muito grave que ocorreu num estaleiro da Cloche d'Or, quero expressar as minhas condolências à família e aos próximos da vítima e um rápido restabelecimento aos trabalhadores que ficaram feridos", disse Nicolas Schmit em comunicado. O ministro disse ainda que "o reforço da segurança no setor da construção é uma prioridade" e que quer "mais fiscalização".


Notícias relacionadas

Família de português que morreu em acidente de trabalho quer respostas
O acidente em 10 de novembro de 2016 nas obras do centro comercial Auchan, em Gasperich, "podia ter sido evitado se tivessem sido seguidas todas as normas de segurança", considerou na altura o ministro do Trabalho. Dois anos depois, a família do trabalhador português que morreu continua sem saber a causa do acidente.
Accident Ban de Gasperich, le 10 Novembre 2016. Photo: Chris Karaba