Escolha as suas informações

Tornado. 100 casas ficaram inabitáveis
Luxemburgo 22 10.08.2019

Tornado. 100 casas ficaram inabitáveis

Tornado. 100 casas ficaram inabitáveis

Foto: Claude Piscitelli
Luxemburgo 22 10.08.2019

Tornado. 100 casas ficaram inabitáveis

As dezenas de habitações destruídas, um ferido em estado grave, a linha de alta tensão preclitante sob as residências em Niederkerschen são os factos mais graves reportados na conferência de imprensa desta manhã. A ministra do Interior, Taina Bofferding, e o primeiro-ministro, Xavier Bettel, cancelaram entretanto as férias e estão a caminho do Luxemburgo. O Grão-Duque vai visitar os locais sinistrados este sábado.

Até 100 casas estão inabitáveis depois do tornado. Das 19 pessoas feridas, uma está em estado preocupante.

"O balanço é pesado, mas podemos constatar uma grande solidariedade entres os diversos intervenientes", afirmou o ministro do Trabalho, Dan Kersch, numa conferência de imprensa que foi convocada para este sábado às 9.30 da manhã.  

No dia seguinte ao tornado na região de Niederkerschen e Petingen, a extensão da destruição está a tornar-se lentamente visível. De acordo com o ministro do Trabalho, 19 pessoas ficaram feridas. Uma pessoa está em uma condição preocupante depois de ter sofrido um ataque cardíaco durante o tornado. 

Entre 80 e 100 casas são actualmente inabitáveis. 60 pessoas tiveram de ser acomodadas em hotéis. 

O principal problema continua a ser uma linha de energia que fica acima das casas em Niederkerschen depois de alguns postes terem caído. Uma vez que os cabos estão sob tensão extrema, os especialistas têm de ajudar aqui. Por razões de segurança, mesmo as pessoas cujas casas são efectivamente habitáveis ainda não podem regressar ao local. 

 A Ministra do Interior, Taina Bofferding, e o Primeiro-Ministro, Xavier Bettel, cancelaram entretanto as férias e estão a caminho do Luxemburgo. São esperados nas áreas afectadas no sábado. O Grão-Duque Henri anunciou que irá visitar a zona acidentada este sábado. 

Um conselho de Estado está previsto para este sábado à tarde, para permitir decidir as medidas necesárias. Entretando, garantiu o ministro Dan Kersch, aos nossos colegas da RTL, "que ninguém ficará na rua".  Todas as pessoas serão realojadas até poderem regressar às suas casas. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.