Escolha as suas informações

Quase 400 manifestantes cercados e 30 pessoas detidas
Luxemburgo 9 15.01.2022 Do nosso arquivo online
Protestos

Quase 400 manifestantes cercados e 30 pessoas detidas

Imagem da manifestação contra a lei covid que decorre esta tarde no Luxemburgo.
Protestos

Quase 400 manifestantes cercados e 30 pessoas detidas

Imagem da manifestação contra a lei covid que decorre esta tarde no Luxemburgo.
Foto: John Schmit
Luxemburgo 9 15.01.2022 Do nosso arquivo online
Protestos

Quase 400 manifestantes cercados e 30 pessoas detidas

Redação
Redação
Os protestos contra as medidas covid reuniram cerca de 400 manifestantes que foram "confinados" pelas forças policiais. Entre os detidos, 16 vão responder por rebelião e lançamento de engenhos pirotécnicos contra a polícia.

Apenas às 19h00 as forças policiais levantaram o "confinamento" dos cerca de 400 manifestantes que esta tarde protestaram contras as medidas adotadas pelo governo para conter a pandemia, nomeadamente o CovidCheck obrigatório no local do trabalho. A manifestação ficou restrita  entre a Place de Paris e a Place de la Gare, na capital, não podendo os protestos seguir marcha. De acordo com o Wort estiveram 380 pessoas na manifestação tendo a polícia cortado a Av. de la Liberté naquela zona. As autoridades pediam aos restantes residentes para evitar o local dos protestos. 

O pedido de "Liberdade. Liberdade" foi repetido à exaustão tendo mesmo ocorrido momentos de tensão com vários manifestantes a tentarem furar o bloqueio policial. Outros começaram com distúrbios e "retirados da manifestação pelas forças policiais", informa ao wort uma testemunha.


Mais tarde, em comunicado a polícia informava que no total, cerca de 30 pessoas foram interpeladas devido à manifestação. "Em 16 casos, foram iniciados procedimentos legais, incluindo pelos seguintes atos: rebelião ou atirar dispositivos pirotécnicos a agentes da polícia", declara o comunicado em que as autoridades garantem que "continuam no centro da cidade durante toda a noite". 

Por volta das 16h30, com a noite a chegar a polícia começou a permitir a saída dos manifestantes, uma dezena a cada quarto de hora, relata a RTL. E todos tiveram de mostrar a sua identificação. Às 17h00 já só restava metade no local dos protestos na Av. de La Liberté. Uma centena de manifestantes para o dobro de policias, estima a RTL.

No Champ do Glacis reuniu-se um outro grupo de 20 manifestantes mas já estão a dispersar-se, informa a polícia na sua página do twitter onde vai relatando o desenvolvimento dos protestos. 

As autoridades cortaram a circulação ao trânsito na Av. de la Liberté. Sexta-feira à noite  decorreu uma outra manifestação que se desenrolou de modo pacífico.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas