Escolha as suas informações

Tem entre 30 e 54 anos? Vai poder voluntariar-se para tomar vacina da AstraZeneca
Luxemburgo 2 min. 19.04.2021 Do nosso arquivo online

Tem entre 30 e 54 anos? Vai poder voluntariar-se para tomar vacina da AstraZeneca

Tem entre 30 e 54 anos? Vai poder voluntariar-se para tomar vacina da AstraZeneca

Foto: Rolf Vennenbernd/dpa
Luxemburgo 2 min. 19.04.2021 Do nosso arquivo online

Tem entre 30 e 54 anos? Vai poder voluntariar-se para tomar vacina da AstraZeneca

Manuela PEREIRA
Manuela PEREIRA
Tanto a Organização Mundial da Saúde como a EMA afirmam que os benefícios do fármaco superam os riscos dos possíveis efeitos secundários.

O Luxemburgo alterou recentemente a estratégia de vacinação com a AstraZeneca. A partir desta segunda-feira, 19 de abril, o fármaco, também designado de  Vaxzevria, deixa de ser administrado a residentes com menos de 55 anos no âmbito da campanha de vacinação contra a covid-19. A menos que o queiram.

Isto é, quem tiver entre 30 e 54 anos, pode voluntariar-se para receber a vacina da farmacêutica sueco-britânica. O Governo luxemburguês vai, assim, criar uma lista para vacinar estes residentes, e deverá divulgar em breve mais informação sobre como proceder à inscrição.

Quem não for voluntário, poderá ainda receber a vacina da AstraZeneca, mas só se tiver mais de 55 anos. Quem não tem escolha são mesmo aqueles que já tomaram a primeira dose desta marca. Para esses, sem reservas de idade, a segunda dose da vacina será da AstraZeneca.

Do ponto de vista médico, a vacina está aprovada pela Autoridade Europeia do Medicamento (EMA, na sigla inglesa). Tanto a Organização Mundial da Saúde como a EMA afirmam que os benefícios do fármaco superam os riscos dos possíveis efeitos secundários. Mas, apesar de muito raros, os casos de tromboses na Europa após a toma da vacina - incluindo no Luxemburgo, apesar de ainda não estar confirmada a ligação entre os dois eventos - levaram à suspensão do antídotos por vários países. A Dinamarca foi mais longe, tendo decidido mesmo abandonar a vacinação com o medicamento da AstraZeneca do plano de vacinação. 


Dinamarca desiste da vacina da AstraZeneca. Alemanha não a usa nas segundas doses
O país escandinavo torna-se o primeiro da Europa a abandonar a vacina da farmacêutica sueco-britânica.

Atualmente, estão aprovadas quatro vacinas na UE, onde o Grão-Ducado se inclui: Comirnaty (nome comercial da vacina Pfizer/BioNTech), Moderna, Vaxzevria (novo nome da vacina da AstraZeneca) e a Janssen.  

 O Luxemburgo encontra-se atualmente na fase 5 da vacinação contra a covid-19, que abrange seis fases no total. Ate à data já foram administradas no país mais de 160.000 doses de vacinas contra a covid-19. Desde 12 de abril há cinco centros de vacinação contra a covid-19, o mais recente no aeroporto do Findel.    

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas