Escolha as suas informações

Suspeito entregou-se à polícia alemã
Luxemburgo 08.10.2016 Do nosso arquivo online
Explosão em Bergem

Suspeito entregou-se à polícia alemã

O apartamento do suspeito em Dudelange foi vasculhado pela polícia.
Explosão em Bergem

Suspeito entregou-se à polícia alemã

O apartamento do suspeito em Dudelange foi vasculhado pela polícia.
Foto: Anouk Anthony
Luxemburgo 08.10.2016 Do nosso arquivo online
Explosão em Bergem

Suspeito entregou-se à polícia alemã

O suspeito de armadilhar um carro em Bergem, no Luxemburgo, entregou-se às autoridades alemãs cinco dias depois da explosão que feriu um homem de 68 anos. O filho da vítima, um homem de 39 anos, é principal suspeito de ter elaborado o ataque.

O suspeito de armadilhar um carro em Bergem, no Luxemburgo, entregou-se às autoridades alemãs cinco dias depois da explosão que feriu um homem de 68 anos. O filho da vítima, um homem de 39 anos, é principal suspeito de ter elaborado o ataque.

A explosão aconteceu há precisamente uma semana. Imediatamente após a explosão na manhã do passado sábado, algumas testemunhas contaram que viram um Volkswagen Golf preto a abandonar o local. Essa descrição rapidamente levou as autoridades a chegar ao filho da vítima.

Ainda nessa noite o apartamento do principal suspeito, em Dudelange, foi passado a pente fino pela polícia luxemburguesa, que encontrou uma outra bomba na entrada do apartamento. Contudo, era um engenho falso e serviu apenas como manobra de distracção.

A polícia encetou então uma ‘caça ao homem’ e, seguindo o rasto ao seu ‘smartphone’, localizou o suspeito junto da fronteira alemã.

O homem acabaria por se entregar à polícia de Düsseldorf, na Alemanha, que lhe confiscou uma pistola Walther PPK.

Para já, as autoridades ainda não revelaram qualquer informação sobre a transferência do suspeito para as autoridades luxemburguesas. É igualmente desconhecido o estado de saúde da vítima deste caso.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A polícia luxemburguesa lançou hoje um pedido de ajuda a testemunhas para encontrar um homem que, no passado mês de dezembro, roubou um cartão de crédito numa loja, na rue de la Boucherie, no Luxemburgo.