Escolha as suas informações

Statec: Trabalhadores residentes estrangeiros ultrapassam população activa luxemburguesa
Luxemburgo 02.11.2016

Statec: Trabalhadores residentes estrangeiros ultrapassam população activa luxemburguesa

Statec: Trabalhadores residentes estrangeiros ultrapassam população activa luxemburguesa

Foto: Shutterstock
Luxemburgo 02.11.2016

Statec: Trabalhadores residentes estrangeiros ultrapassam população activa luxemburguesa

Os trabalhadores estrangeiros que residem no Luxemburgo ultrapassaram pela primeira vez o número de trabalhadores luxemburgueses.

Os trabalhadores estrangeiros que residem no Luxemburgo ultrapassaram pela primeira vez o número de trabalhadores luxemburgueses.

O Statec indica que no segundo trimestre eram quase 108 mil, os trabalhadores estrangeiros que residiam no Grão-Ducado provenientes da União Europeia e de fora dela. Já os luxemburgueses pouco passam a fasquia dos 107 mil. Em maior número continuam a ser os trabalhadores fronteiriços, que são quase 177 mil. A maioria vem de França, seguida pela Bélgica e por fim pela Alemanha.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Fronteiriços franceses são menos bem pagos do que os alemães ou belgas
Os trabalhadores fronteiriços franceses são os menos bem pagos, comparativamente com os alemães e com os belgas. O motivo? É que, por norma, os fronteiriços franceses trabalham em setores menos bem remunerados como a restauração e hotelaria (Horesca), comércio e o trabalho temporário (intérim).
STATEC: Emprego cresceu 3,3% no espaço de um ano
A população ativa do Luxemburgo aumentou 3,3% no terceiro trimestre do ano face a igual período de 2016, segundo dados do Instituto Nacional da Estatística (STATCEC) divulgados esta segunda-feira (18). Em números absolutos, trabalham atualmente no país 406.102 pessoas.