Escolha as suas informações

Statec: Construção de apartamentos tem aumentado no Luxemburgo

Statec: Construção de apartamentos tem aumentado no Luxemburgo

Foto: arquivos LW/Dominique Nauroy
Luxemburgo 22.07.2017

Statec: Construção de apartamentos tem aumentado no Luxemburgo

Um estudo realizado pelo Statec indica que a construção de apartamentos no Luxemburgo tem vindo a ganhar força, uma realidade que terá tendência para aumentar nos próximos anos.

Um estudo realizado pelo Instituto Nacional de Estatísticas do Luxemburgo (Statec) indica que a 1 de março deste ano, 142.820 edifícios residenciais ou semi-residenciais e 233.675 unidades de habitação existiam no Luxemburgo. 

Metade do alojamento no Luxemburgo corresponde a habitação familiar única, 35% são prédios de apartamentos e 15% são prédios semi-residenciais.

As casas ainda prevalecem na construção de novas habitações, mas a tendência de descida tem vindo a acentuar-se nos últimos anos, passando de 85% entre 1946 e 1980 para 80,4% a partir de 2001. O estudo aponta que a construção de apartamentos terá tendência para aumentar nos próximos anos. 

A Cidade do Luxemburgo conta com 50.825 casas/apartamentos e Esch-sur-Alzette com 14.177 casas/apartamentos, assumindo-se como os municípios com maior número de moradias. 

A comuna com o menor número de moradias é Saeul com apenas 297 casas/ apartamentos. 

A quantidade de casas versus apartamentos em diferentes municípios varia muito em todo o país: Bech, Kiischpelt e Flaxweiler são os municípios com maior percentagem de casas (cerca de 88%), enquanto a Cidade do Luxemburgo, Esch-sur-Alzette e Hesperange são os municípios com a maioria dos apartamentos (63% a 80%).

A superfície média da habitação no Luxemburgo é atualmente de 130 m², sendo a média das casas de 166 m² e dos apartamentos de 85 m².

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Governo aprova construção de 346 habitações sociais
O Governo luxemburguês aprovou a construção de 56 novos projetos de habitação social, orçados em 55,16 milhões de euros, que se traduzem num total de 346 casas ou apartamentos. Do total, 93 são para venda e 253 para arrendamento.
Route d'Esch na capital vai mudar de cara
A route d'Esch vai mudar de cara dentro de alguns anos. As casas e os prédios vazios que pululam na zona vão ser destruídos e dar lugar a novos projectos imobiliários.