Escolha as suas informações

Residentes do Luxemburgo favoráveis ao alívio das restrições sanitárias
Luxemburgo 16.06.2021
Sondagem

Residentes do Luxemburgo favoráveis ao alívio das restrições sanitárias

Sondagem

Residentes do Luxemburgo favoráveis ao alívio das restrições sanitárias

Foto: Shutterstock
Luxemburgo 16.06.2021
Sondagem

Residentes do Luxemburgo favoráveis ao alívio das restrições sanitárias

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O relaxamento das medidas sanitárias levou a que os residentes tenham uma perceção mais otimista sobre a atuação do Executivo durante a pandemia.

Se no mês de novembro de 2020, 63% da população residente considerava que o Governo estava a realizar um bom trabalho na pandemia, a taxa subiu agora para 85%, havendo assim uma larga maioria dos residentes que aprova as decisões tomadas pela coligação governamental (DP-LSAP-Déi Gréng). Os números foram revelados pela sondagem Politmonitor, realizada pelo instituto TNS/Ilres a pedido dos grupos editoriais Saint Paul e da RTL.

Sem surpresas, o levantamento do recolher obrigatório, a possibilidade de poder acolher até dez hóspedes em casa, ou ainda a possibilidade de assistir a certos eventos culturais ou desportivos, levou a que 66% dos inquiridos considerem que Executivo está no bom caminho.


Relembre as novas regras em vigor no Grão-Ducado
Viagens, restauração, ajuntamentos privados e públicos... Saiba tudo o que mudou desde este domingo.

No entanto, tirando a crise sanitária há um fator que continua a preocupar os residentes do Luxemburgo. Para 81% dos inquiridos encontrar um alojamento a preço acessível é a maior preocupação, a que se segue o aumento do tráfego rodoviário (62%) e o futuro das crianças (59%).  

O inquérito sondou ainda a população sobre o atual Executivo luxemburguês para lá da crise pandémica.

Governo de Bettel aprovado pela população

A coligação governamental DP-LSAP-Déi Gréng continua a convencer os eleitores, após sete anos no poder. Cerca de 69% dos inquiridos qualificam o trabalho do Executivo de "bom" e "muito bom". O resultado parece ser otimista para a coligação quando se está a dois anos das próximas legislativas.

A criação de habitação mais acessível ou uma reforma fiscal mais justa são dois pontos, em que segundo a opinião da população o Governo tem ainda muito trabalho pela frente. Relativamente à habitação, 73% dos inquiridos consideram que o Estado deve financiar mais alojamentos a um preço acessível, e que as comunas têm de ser mais implicadas no processo. Mas cerca de 40% julga  necessário construir de forma mais densa e em altura.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O executivo liderado por António Costa, que tomou posse e integra 17 ministros, além do primeiro-ministro, é um dos maiores dos vinte Governos Constitucionais desde 1976, que tiveram em média 16 ministérios.
António Centeno, Ministro das Finanças, e Francisca Van Dunem, Ministra da Justiça
Parlamento luxemburguês/Estado da Nação
O primeiro-ministro do Luxemburgo garantiu esta terça-feira no Parlamento que o resultado do referendo do próximo dia 7 de Junho “vai ser respeitado” e defendeu o voto dos estrangeiros.
O primeiro-ministro Xavier Bettel