Escolha as suas informações

Governo perde maioria absoluta e seis deputados para oposição
Luxemburgo 2 min. 14.12.2017 Do nosso arquivo online
Sondagem Politmonitor

Governo perde maioria absoluta e seis deputados para oposição

A atual coligação governamental DP/LSAP/Verdes sai mal nesta sondagem, perdendo a maioria absoluta.
Sondagem Politmonitor

Governo perde maioria absoluta e seis deputados para oposição

A atual coligação governamental DP/LSAP/Verdes sai mal nesta sondagem, perdendo a maioria absoluta.
Foto: Anouk Antony
Luxemburgo 2 min. 14.12.2017 Do nosso arquivo online
Sondagem Politmonitor

Governo perde maioria absoluta e seis deputados para oposição

Os três partidos da oposição, CSV, ADR e déi Lénk, ganhariam seis deputados à coligação governamental se as eleições legislativas fossem agora. De acordo com a sondagem Politmonitor publicada hoje, a coligação DP/LSAP/Verdes desceria de 32 para 26 deputados, comparativamente com as últimas eleições de 2013.

Os três partidos da oposição, CSV, ADR e déi Lénk, ganhariam seis deputados à coligação governamental se as eleições legislativas fossem agora. De acordo com a sondagem Politmonitor publicada hoje, e comparando com as últimas eleições de 2013, a coligação DP/LSAP/Verdes desceria de 32 para 26 deputados, ou seja, perderia o poder.

O grande vencedor seria o maior partido da oposição, o partido cristão-social CSV, que passaria de 23 para 27 deputados. Para voltar ao poder com maioria absoluta (pelo menos 31 dos 60 deputados) teria de se coligar com quatro dos outros cinco partidos que têm mais de 4 deputados. O único partido que não daria maioria absoluta com o CSV seria o déi Lénk (a Esquerda).

Feitas as contas, o CSV elegeria agora 27 deputados (+4), os liberais do DP e os socialistas do LSAP 10 cada, quando em 2013 conseguiram 13 assentos cada, e os verdes manteriam os 6 deputados.

O partido conservador ADR e o déi Lénk são outras das surpresas desta sondagem, com a eleição de mais um deputado cada. O ADR passaria de 3 para 4 e o déi Lénk de 2 para 3 deputados.

Comparando com as últimas sondagens do mês de maio, o CSV desceria de 29 deputados para os 27 de agora (-2), o DP ganharia um deputado, passando de 9 para 10, e o ADR também aumentaria de 3 para 4. Quanto aos outros partidos, não haveria mudanças.

Sul: CSV ganha dois assentos e déi lénk um

Depois de divulgadas as sondagens das circunscrições Norte, Leste e Centro, a sondagem Politmonitor dá também hoje a conhecer os resultados da circunscrição Sul. Aqui, os grandes vencedores seriam o CSV e o déi Lénk.

Os cristãos-sociais passariam de 8 para 10 deputados e o partido de esquerda ficaria com dois (mais um do que nas eleições de 2013).

O LSAP perderia dois deputados, de 7 para 5, e o DP perderia apenas um, somando agora dois deputados. Já os Verdes e o ADR conservariam os 2 deputados cada. Um resultado idêntico à sondagem de maio.

Henrique de Burgo

A sondagem Politmonitor foi realizada entre fim de maio e fim de novembro de 2017. O instituto de sondagens utilizou uma amostra constituída por 4.726 pessoas com mais de 18 anos, entre elas, 1.807 para a circunscrição Sul.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O partido cristão-social (CSV) ganharia um deputado aos liberais do DP na circunscrição do Centro se as legislativas fossem agora. De acordo com a sondagem Politmonitor, o CSV ficaria com 9 dos 21 deputados quando comparado com as eleições de 2013.
Se as eleições legislativas tivessem lugar este mês, o partido da Reforma Democrática Alternativa (ADR) ganharia um deputado aos liberais do DP na circunscrição Leste, quando comparado com as últimas eleições legislativas de 2013.
Os partidos que apoiam a atual coligação governamental estão em queda nas sondagens. Se as eleições legislativas tivessem lugar no mês de maio o maior partido da oposição, CSV, conseguiria 29 dos 60 deputados, mais seis do que nas eleições de 2013. O déi lénk "roubaria" também um deputado aos partidos no Governo.
Se as eleições legislativas fossem em maio, provavelmente, Xavier Bettel (à esquerda) seria substituído como primeiro-ministro por Claude Wiseler, à direita, do CSV
O partido cristão-social CSV é a força política que mais sobe nas sondagens Politmonitor, divulgadas esta terça-feira e referentes às circunscrições Norte e Este. Se as eleições legislativas tivessem lugar em maio, o CSV ganharia um deputado ao LSAP no Norte e outro ao DP a Leste.
O CSV conseguia eleger 28 deputados, mais dois do que a atual coligação DP/LSAP/os Verdes, se as eleições legislativas fossem em dezembro de 2016. De acordo com a mais recente sondagem Politmonitor, publicada hoje, o CSV ganharia cinco novos deputados, enquanto o DP e o LSAP perderiam 3 deputados cada em relação às últimas legislativas de 2013.
Claude Wiseler, ao centro, seria provavelmente o novo primeiro-ministro do Luxemburgo se as eleições fossem em dezembro de 2016