Escolha as suas informações

Sindicato das comunas "frustrado" após encontro com Governo
Luxemburgo 06.10.2020 Do nosso arquivo online

Sindicato das comunas "frustrado" após encontro com Governo

Sindicato das comunas "frustrado" após encontro com Governo

Foto: SIP/Julien Warnand
Luxemburgo 06.10.2020 Do nosso arquivo online

Sindicato das comunas "frustrado" após encontro com Governo

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Em entrevista à RTL, o presidente do sindicato das comunas, Emile Eicher revelou que as autarquias vão receber 420 milhões de euros a menos devido à crise sanitária.

"Dececionado e frustrado". É desta forma que o presidente do sindicato das comunas - Syvicol, Emile Eicher, qualifica o seu encontro da semana passada com o Governo. Em entrevista à RTL, Emile Eicher frisa que apesar de a situação financeira variar de comuna para comuna, acrescentando que devido à crise sanitária as autarquias vão receber 420 milhões de euros a menos. O Governo comprometeu-se, no entanto, a aumentar o montante caso a situação melhore e, 2021. 

Mas segundo o presidente do Syvicol, as receitas das comunas estão a diminuir atualmente contrariamente às despesas devido às medidas de contenção da covid-19. Emile Eicher dá o exemplo da cidade do Luxemburgo, que tem reservas de mais de mil milhões de euros e que vai conseguir gerir a situação até esta crise passar. Contrariamente a outras comunas que já tinham problemas financeiros e que, face à situação atual, vão ter de limitar ainda mais os seus investimentos. Nestes casos, o presidente sugere adaptar as ajudas estatais às autarquias através das subvenções. 


Subsídios para os equipamentos coletivos no setor comunal vão ser aumentados
Para ajudar as comunas a ultrapassar a crise económica e incentivá-las ao investimento, o Governo vai aumentar o montante dos subsídios destinados aos equipamentos coletivos.

Eicher lamentou ainda o facto de o Governo não consultar sistematicamente o sindicato nas decisões que a estas competem. No ano passado, o Syvicol apresentou 45 pareceres, mas somente 31 foram consultados pelo Governo, apesar de o primeiro-ministro ter lançado um apelo aos colegas do Executivo para consultarem as comunas de cada vez que surge um projeto de lei que lhes diz respeito. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas