Escolha as suas informações

Sete em cada 10 trabalhadores estão satisfeitos com o seu salário no Luxemburgo
Luxemburgo 2 min. 29.10.2019 Do nosso arquivo online

Sete em cada 10 trabalhadores estão satisfeitos com o seu salário no Luxemburgo

Sete em cada 10 trabalhadores estão satisfeitos com o seu salário no Luxemburgo

Luxemburgo 2 min. 29.10.2019 Do nosso arquivo online

Sete em cada 10 trabalhadores estão satisfeitos com o seu salário no Luxemburgo

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
As pessoas gostam dos seus empregos, horários e ordenados, mostra o novo relatório do Statec sobre o mercado de trabalho no Grão-Ducado.

No Luxemburgo, as pessoas são felizes nos seus empregos e carreiras. Quatro em cada cinco trabalhadores dizem-se satisfeitos com o trabalho que têm, revela o Relatório Trabalho e Coesão Social divulgado este mês pelo Statec.

Segundo o documento, 49,9% sentem-se mais satisfeitos com o trabalho e 31,4% bastante satisfeitos.

No setor público o nível de satisfação é ainda maior: nove em cada 10 trabalhadores estão contentes com o seu emprego.

No geral, as mulheres estão mais satisfeitas do que os homens e os luxemburgueses mais do que as restantes nacionalidades.

Felizes com o salário

Um bem-estar que se alarga também ao ordenado que recebem. Sete em cada 10 trabalhadores no Grão-Ducado estão satisfeitos com o seu salário, mostra o mesmo relatório. No total, 69,4% consideram que o seu salário corresponde ao desempenho profissional: 43,4% assume que o ordenado "está mais em conformidade" com o seu trabalho e 26% diz mesmo que está "bastante adequado". Números impressionantes para o mercado e sociedade atual.

Mas não só. Ao contrário de muitos outros países, mesmo da Europa onde a maioria dos contratos são temporários, não Grão-Ducado contratos com pouca duração, inferior a três meses são raros, apenas 1,6% dos trabalhadores se depara com este tipo de contrato.

Empregos seguros

 A maioria que ainda vigora é a tradicional entrada para os quadros da empresa. E os empregos ainda são para a vida.

Os resultados do estudo do Statec mostram que 40% dos trabalhadores trabalham há 10 anos ou mais na mesma empresa.

E, enquanto na média dos países da União Europeia (9%) se trabalha 49 horas semanais ou mais, no Luxemburgo, apenas 4,1% têm esse horário.

Satisfação no trabalho e na vida

O relatório explica ainda porque é tão importante que as pessoas se sintam satisfeitas no trabalho. Porque esta satisfação “está estreitamente ligada à felicidade” e não é apenas importante para o indivíduo. É também para o funcionamento da empresa e da própria sociedade, diz o relatório.

Investigadores já comprovaram com estudos que uma “felicidade duradoura conduz não apenas a um desempenho profissional superior, mas também a uma melhor saúde, a uma melhor cidadania e a um comportamento mais social”. No fundo, são “um factor chave da coesão social numa sociedade”, refere o relatório do Statec.


Notícias relacionadas