Escolha as suas informações

Segurança rodoviária: Número de mortes na estrada diminuiu em 2016
Luxemburgo 31.03.2017 Do nosso arquivo online

Segurança rodoviária: Número de mortes na estrada diminuiu em 2016

Segurança rodoviária: Número de mortes na estrada diminuiu em 2016

Foto: Paul Hinger
Luxemburgo 31.03.2017 Do nosso arquivo online

Segurança rodoviária: Número de mortes na estrada diminuiu em 2016

Um total de 31 pessoas morreram nas estradas do Luxemburgo no ano passado na sequência de acidentes de viação. Apesar de trágico, o número representa uma diminuição das mortes na estrada em relação a 2015.

Um total de 31 pessoas morreram nas estradas do Luxemburgo no ano passado na sequência de acidentes de viação. Apesar de trágico, o número representa uma diminuição das mortes na estrada em relação a 2015, ano em que 36 pessoas faleceram devido a desastres rodoviários.

De acordo com as estatísticas do Ministério do Desenvolvimento Sustentável e Infraestruturas, referentes ao período 2001-2015, o ano de 2010 registou a menor taxa de acidentes rodoviários no Luxemburgo. Ainda assim, nesse ano 32 pessoas morreram nas estradas do Grão-Ducado. O ano de 2001 foi o mais trágico, com 70 mortes.

O número de feridos graves devido a colisões rodoviárias foi igualmente maior em 2001, com 352 pessoas a sofrerem ferimentos graves. Em 2014 foram pouco menos de 250 casos, mas o número voltou a disparar para 319 ferimentos graves em 2015.

Segundo as estatísticas, cerca de 48% dos mortos ou feridos graves viajavam de automóvel, enquanto 26% seguiam numa mota, 17% eram peões, 4% eram ciclistas, 2% seguiam numa carrinha ou autocarro e 1% viajavam de camião.

A principal causa dos acidentes fatais em 2015 no Luxemburgo foi, sem surpresa, a velocidade, representando 45% de todos os casos, seguindo-se o álcool (30%) e as drogas (6%).

A principal causa das lesões graves foi também a velocidade, com 37%, seguida pelo álcool, com 19%, e o desrespeito pela sinalização viária (17%).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas