Escolha as suas informações

Segunda fase: Dez novos radares fixos desde segunda-feira
Luxemburgo 09.05.2016 Do nosso arquivo online

Segunda fase: Dez novos radares fixos desde segunda-feira

O Luxemburgo terá a partir de segunda-feira 20 radares fixos nas estradas do país.

Segunda fase: Dez novos radares fixos desde segunda-feira

O Luxemburgo terá a partir de segunda-feira 20 radares fixos nas estradas do país.
Foto: Gerry Huberty
Luxemburgo 09.05.2016 Do nosso arquivo online

Segunda fase: Dez novos radares fixos desde segunda-feira

As estradas luxemburguesas têm desde segunda-feira dez novos radares, aumentando para vinte o número de dispositivos fixos de controlo de velocidade, de acordo com o ministro das Infra-estruturas, François Bausch.

As estradas luxemburguesas têm desde segunda-feira dez novos radares, aumentando para vinte o número de dispositivos fixos de controlo de velocidade, de acordo com o ministro das Infra-estruturas, François Bausch.

Em funcionamento desde meados de Março, os dez primeiros radares fixos registaram mais de 44 milinfracções ao código da estrada, em apenas um mês. O número deverá agora disparar com a entrada em funcionamento dos novos dispositivos.

Tal como os anteriores, os novos radares estarão colocados nas vias onde a velocidade é inferior a 100 km/h:

Wintger-Asselborn: 90 kmh

Stegen: 90 kmh

Wallendorf-Pont: 90 kmh

Steinheim-Echternach: 90 kmh

Kopstal-Schoenfels: 90 kmh

Windhof-Garnich: 90 kmh

Niederkerschen-Helfent: 90 kmh

Oetringen-Bous: 90 kmh

Hettermillen: 70 kmh

Welfringen: 90 kmh.

A partir desta segunda-feira entram igualmente em funcionamento os seis radares móveis. Até aqui a polícia tem utilizado somente um dos seis dispositivos mas, a partir desta semana, os seis aparelhos estarão agora operacionais.

No total, a velocidade nas estradas luxemburguesas passa a ser controlada por 26 dispositivos (20 fixos e seis móveis) mas, de acordo com o Governo, a intenção de “travar” os aceleras não fica por aqui. É que para 2017 está prevista a instalação de mais dez outros radares em estradas consideradas “perigosas” e que, por isso, que exigem mais segurança.

A intenção do ministro das Infra-estruturas François Bausch passa por evitar o máximo de acidentes e reduzir a sinistralidade nas estradas do Grão-Ducado.

Segundo dados revelados recentemente, em 2015 morreram 36 pessoas nas estradas do país, mais uma do que em 2014, e simultaneamente no ano passado registaram-se também 30% mais feridos (319) em acidentes do que em 2014 (245).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas