Escolha as suas informações

Segunda fase de testes em larga escala vai incluir exames na Gare do Luxemburgo
Luxemburgo 15.07.2020 Do nosso arquivo online

Segunda fase de testes em larga escala vai incluir exames na Gare do Luxemburgo

Segunda fase de testes em larga escala vai incluir exames na Gare do Luxemburgo

Foto: AFP
Luxemburgo 15.07.2020 Do nosso arquivo online

Segunda fase de testes em larga escala vai incluir exames na Gare do Luxemburgo

Diana ALVES
Diana ALVES
Vai durar sete meses e meio e custar 60 milhões de euros. A segunda fase do projeto de testes em larga escala deverá arrancar em breve.

Vai durar sete meses e meio e custar 60 milhões de euros. A segunda fase do projeto de testes em larga escala deverá arrancar em breve. A primeira etapa, que custou 32 milhões de euros, chega ao fim a 27 de de julho. Segundo os primeiros detalhes revelados pelo Ministério da Saúde, a segunda fase do projeto vai incluir, por exemplo, testes de diagnóstico na gare central da cidade do Luxemburgo. 

O projeto de lei esteve em discussão no Parlamento com um representante do Ministério da Saúde, uma vez que qualquer projeto com aquele custo tem de ser validado pelos deputados. O responsável explicou que o objetivo é monitorizar a situação, manter o número de infeções no nível mais baixo possível e reagir logo que os contágios sejam identificados.

Segundo o ministério já foi aberto um concurso para escolher os futuros prestadores do serviço, que terão de assegurar a realização dos testes e garantir que os resultados ficam disponíveis num prazo de 24 horas. À imagem da primeira fase do projeto, os exames continuarão a ser voluntários. 

Esta segunda etapa dos testes em larga escala terá várias missões. Uma delas consiste em testar as pessoas vulneráveis e que estão mais expostas ao vírus, como por exemplo os profissionais de saúde, os trabalhadores da Horesca ou os agentes da polícia. Outro dos objetivos é continuar a testar quem entra no país. Neste momento, o teste de diagnóstico já é proposto aos passageiros que aterram no aeroporto do Findel, e no futuro, será também oferecido aos viajantes na gare central do Luxemburgo. Nesse sentido, o Governo tenciona também cooperar com os operadores turísticos e agências de viagens.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.