Saúde

Diabetes afetam 25 mil no Luxemburgo

Foto: Gerry Huberty

Estima-se que atualmente mais de 25 mil pessoas sofram de diabetes no Luxemburgo. Um número que, segundo o Ministério da Saúde, quadruplicou desde 1980.

A prevalência da diabetes tem vindo a aumentar nas últimas décadas e o Grão-Ducado não é exceção. O excesso de peso e de açúcar no sangue, o sedentarismo e a obesidade são os principais fatores de risco para a diabetes.

No Luxemburgo, a diabetes tipo 2 é a mais frequente. Trata-se de uma variante que afeta fortemente o estilo de vida do doente. Afeta sobretudo as pessoas com mais de 40 anos de idade e caracteriza-se por uma resistência do organismo à insulina.

Nesse sentido, o Ministério da Saúde do Luxemburgo alertou esta terça-feira (14), Dia Mundial da Diabetes, para a importância da adoção de um estilo de vida saudável.

Comer cinco peças de fruta e legumes por dia, uma alimentação baixa em gordura animal e açúcar e pelo menos 150 minutos de exercício físico intenso por semana poderá ajudar a prevenir o aparecimento da diabetes. O rastreio da doença é igualmente importante.

A diabetes é uma doença crónica que não tem cura, mas que pode ser tratada e controlada. Para isso, é essencial que seja detetada a tempo.

Um em cada quatro diabéticos não está diagnosticado, o que aumenta o risco de complicações severas e mais dispendiosas. Cerca de 70% dos casos de diabetes tipo 2 poderiam ser evitados através de um estilo de vida saudável.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.