Escolha as suas informações

Saiba o que fazer junto da seguradora se foi afetado pelo tornado
Luxemburgo 13.08.2019

Saiba o que fazer junto da seguradora se foi afetado pelo tornado

Saiba o que fazer junto da seguradora se foi afetado pelo tornado

Foto: Claude Piscitelli
Luxemburgo 13.08.2019

Saiba o que fazer junto da seguradora se foi afetado pelo tornado

O primeiro passo é contactar a seguradora e deve agir o mais rapidamente possível.

Depois da tempestade é a hora de fazer o levantamento dos danos e contactar as seguradoras. Se tem uma casa ou carro afetados pelo tornado que afetou o sul do país na passada sexta-feira, saiba o que fazer, mesmo se está de férias e fora do país. O director da Associação de Companhias de Seguros, Marc Hengen, explicou tudo ao Contacto.

O primeiro passo a dar é contactar a seguradora ou o agente para reportar os danos em casa ou no carro. As seguradoras ativaram células de urgência para tratar especificamente das ocorrências relacionadas com o tornado. Assim, em muitas seguradoras, os clientes são direcionados através do telefone para uma equipa especialmente criada para o efeito.

Depois há que tirar fotografias que mostrem bem os danos, para enviar para as seguradoras.

E se estiver de férias e não puder tirar fotografias? O melhor é ligar à autarquia, seguradora ou vizinhos ou aos agentes das seguradoras. Hengen afirmou que muitos agentes de seguradoras deslocaram-se ao terreno para captar as imagens dos danos. No entanto, não há dados sobre o número de agentes no terreno nem da quantitade de chamadas recebidas. “Não temos números concretos, mas posso adiantar que foram muitas as chamadas”, disse o responsável.

Não há um prazo definido para enviar as fotografias, mas o melhor é agir o mais rapidamente possível.

Recorde-se que o tornado de sexta-feira atingiu mais de 300 casas entre Bascharage e Pétange e obrigou ao realojamento de 72 pessoas em hotéis.

É ainda preciso perceber se o contrato de seguro cobre danos causados por catástrofes naturais. Trata-se da garantia que cobre tempestades, mas Marc Hengen avisa que o seguro não é obrigatório. Para estes casos, recorda que o Governo disponibilizou algumas ajudas. Os interessados podem pedir ajuda ao Ministério da Família até 1 de novembro.


Governo disponibiliza ajuda às pessoas afetadas pelo tornado
Há dinheiro do Estado para pessoas e empresas afetadas pelas calamidades naturais.

P.C.S.


Notícias relacionadas