Escolha as suas informações

Sabia que o Grão-Ducado tem um Conselho da Língua Luxemburguesa?
Luxemburgo 12.01.2017 Do nosso arquivo online

Sabia que o Grão-Ducado tem um Conselho da Língua Luxemburguesa?

Sabia que o Grão-Ducado tem um Conselho da Língua Luxemburguesa?

Foto: Anouk Antony
Luxemburgo 12.01.2017 Do nosso arquivo online

Sabia que o Grão-Ducado tem um Conselho da Língua Luxemburguesa?

O novo executivo do Conselho Permanente da Língua Luxemburguesa reuniu-se pela primeira vez esta semana. O reconhecimento do luxemburguês como língua oficial da União Europeia é um dos temas em discussão.

O novo executivo do Conselho Permanente da Língua Luxemburguesa (CPLL) reuniu-se pela primeira vez esta semana.

Presidido agora pelo professor Marc Barthelemey, este órgão existe desde 1998. Foi criado para estudar e, sobretudo, promover o idioma de Dicks.

O ministro da Educação, Claude Meisch, considera que “a língua luxemburguesa faz parte do património nacional”. Um património que, segundo o governante “deve ser cultivado e valorizado”.

Recorde-se que Claude Meisch defendeu, no final de 2016, que o luxemburguês seja reconhecido como língua oficial da União Europeia.

O Conselho Permanente da Língua Luxemburguesa tem sede no Centro Nacional de Literatura, em Mersch. Tem em mãos a finalização do dicionário ‘online’ luxemburguês.


Notícias relacionadas

O Governo nomeou hoje Marc Barthelemy para o cargo de comissário para a língua luxemburguesa, a dois dias das eleições legislativas. O ainda presidente do Conselho Permanente da Língua Luxemburguesa, que vai ocupar o cargo criado pelo atual executivo, disse ao Contacto que o idioma "não está em perigo de extinção iminente" e que "nunca houve tanta gente a aprender a língua".
«La Chambre des députés est probablement l'endroit où on écrit le plus le luxembourgeois depuis ces dernières décennies».
O ministro da Educação, Claude Meisch, entregou esta sexta-feira (12) no Parlamento do Luxemburgo um projeto-lei sobre promoção da língua luxemburguesa. Ao contrário do que é habitual, o documento entregue está parcialmente escrito em luxemburguês.
O debate parlamentar sobre o papel da língua luxemburguesa no país vai ser retomado no dia 25 de janeiro, depois de dois debates que esta segunda-feira tiveram lugar no Parlamento do Luxemburgo.
Petitionär Lucien Welter bei der Begrüßung im Chamberplenum durch Premierminister Xavier Bettel.