Escolha as suas informações

Roberto Traversini renuncia ao cargo de deputado
Luxemburgo 02.10.2019 Do nosso arquivo online

Roberto Traversini renuncia ao cargo de deputado

Roberto Traversini renuncia ao cargo de deputado

Foto: Serge Waldbillig
Luxemburgo 02.10.2019 Do nosso arquivo online

Roberto Traversini renuncia ao cargo de deputado

Roberto Traversini decidiu pôr um ponto final na sua carreira política.

Após ter renunciado a 20 de setembro ao cargo de burgomestre de Differdange, Traversini anunciou esta manhã, numa carta aberta, que também vai deixar de ser deputado no Parlamento. Uma decisão que já comunicou ao presidente da Câmara dos Deputados, Fernand Etgen.

Recorde-se que Roberto Traversini admitiu "erros" na condução de obras feitas numa zona protegida, sem autorização e com abate de árvores.

As obras num armazém pertencente a uma das casas de Traversini terão sido feitas por funcionários do Centro de Iniciativa e de Gestão Local.

O Ministério Público solicitou a abertura de uma investigação judicial contra Traversini.

Entre as infrações apresentadas pelo Ministério Público sobre Roberto Traversini e desconhecidos estão a apropriação indevida de fundos públicos ou privados, branqueamento de capitais ou a violação do plano de ordenamento territorial.

Na sua carta aberta enviada à comunicação social, Traversini volta a pedir desculpa por aquilo que fez e lamenta não poder voltar atrás, mas acrescenta que é com "otimismo e energia" que olha para o futuro.

Roberto Traversini, de 56 anos, foi o primeiro deputado do Luxemburgo nascido no estrangeiro, mais precisamente em Itália.


Notícias relacionadas