Escolha as suas informações

Restaurantes vão continuar fechados até 14 março
Luxemburgo 12.02.2021 Do nosso arquivo online

Restaurantes vão continuar fechados até 14 março

Restaurantes vão continuar fechados até 14 março

Chris Karaba
Luxemburgo 12.02.2021 Do nosso arquivo online

Restaurantes vão continuar fechados até 14 março

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
Contudo, Xavier Bettel anunciou que irá dar mais apoios às empresas que tiveram de fechar em janeiro. Os apoios dirigem-se à horeca e outros serviços.

O primeiro-ministro declarou esta tarde em conferência de imprensa que apesar da melhor situação hospitalar e dos cuidados intensivos o ligeiro aumento dos casos de infeção no país, sobretudo devido às novas variantes, inglesa, sul-africana e brasileira obrigam a agir com precaução.


Maior manifestação de sempre da Horeca entrega pedido de medidas urgentes a deputados
Na maior manifestação de sempre da Horeca toda a gente reparou que o representante do setor não estava presente.

Por isso, as medidas de restrição atuais irão manter-se em vigor até ao dia 14 de março. Contudo, Xavier Bettel anunciou que irá dar mais apoios às empresas que tiveram de fechar em janeiro. Os apoios dirigem-se à horeca e outros serviços. 

Apesar de estarem fechados, a restauração está a ser criativa, quer manter os empregos e por isso tem desenvolvido o take-away e as entregas ao domicílio. As medidas serão anunciadas muito em breve.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

“Não vamos anunciar o encerramento de escolas ou de restaurantes”, disse o Primeiro-Ministro Xavier Bettel. O teletrabalho é recomendado pelo Governo, tanto para vacinados como para não vacinados. Os testes PCR têm agora a validade de 48 horas e os de antigénio de 24 horas.
O primeiro-ministro afirmou esta tarde que o confinamento parcial vai durar até pelo menos 15 de janeiro. Não haverá relaxamento das medidas no Natal e Ano Novo.
IPO,Conseil de Gouvernement. Xavier Bettel & Paulette Lenert.Foto: Gerry Huberty/Luxemburger Wort