Escolha as suas informações

Residente do Luxemburgo ainda estará na Síria a combater pelo Estado Islâmico
Luxemburgo 08.02.2019

Residente do Luxemburgo ainda estará na Síria a combater pelo Estado Islâmico

Residente do Luxemburgo ainda estará na Síria a combater pelo Estado Islâmico

Foto: Screenshot
Luxemburgo 08.02.2019

Residente do Luxemburgo ainda estará na Síria a combater pelo Estado Islâmico

Diana ALVES
Diana ALVES
Um residente do Luxemburgo ainda estará na Síria a combater nas fileiras do autoproclamado Estado Islâmico. Tratar-se-á, “muito provavelmente”, do português Steve Duarte, antigo residente no Grão-Ducado.

O diretor de assuntos penais do Ministério da Justiça, Luc Reding, disse ao diário L'Essentiel que "a pessoa suspeita de continuar em zona de conflito foi notificada às autoridades e a situação é regularmente reavaliada".

O responsável adiantou ainda ao jornal que "as autoridades competentes não se podem pronunciar sobre casos concretos", recusando-se assim a revelar a identidade do jiadista. Embora não haja confirmação oficial, o L'Essentiel escreve que o Governo "deixa antever, de forma implícita, que a pessoa em questão [Steve Duarte] não regressou ao Grão-Ducado".

Steve Duarte, conhecido na cena hip-hop luxemburguesa por "Pollo", é originário da comuna de Kehlen, e estará a combater nas fileiras do grupo extremista Estado Islâmico desde 2014.

No início de fevereiro de 2016, foi divulgado na internet um vídeo do alegado jiadista luso-descendente Steve Duarte. Nas imagens, o alegado jiadista luso-luxemburguês "mata a tiro um dos cinco reféns" que aparecem na imagem, identificados como "traidores do Estado Islâmico", segundo noticiou na altura o jornal Expresso.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Só restam três jihadistas portugueses no Estado Islâmico e um é do Luxemburgo
O lusodescendente luxemburguês Steve Duarte, Nero Saraiva e Ângela Barreto são os três portugueses, que segundo fontes do serviços secretos portuguses, citados pelo semanário Expresso, continuam a lutar pelo Estado Islâmico. A estes somam-se 20 pessoas de origem portuguesa que foram capturadas por tropas curdas e governamentais.
E se o jihadista português voltar ao Luxemburgo?
Com a derrocada do Estado Islâmico na Síria, confinado a duas aldeias, ninguém sabe quantos jihadistas europeus poderão regressar aos seus países. O lusodescendente Steve Duarte, filho de imigrantes portugueses no Luxemburgo, poderá estar entre eles.
27-year-old Steve Duarte has reportedly been a member of IS since 2014