Escolha as suas informações

Recenseamento automático faz disparar número de eleitores
Luxemburgo 01.03.2019

Recenseamento automático faz disparar número de eleitores

Recenseamento automático faz disparar número de eleitores

Luxemburgo 01.03.2019

Recenseamento automático faz disparar número de eleitores

Manuela PEREIRA
Manuela PEREIRA
Graças ao recenseamento automático, o número de portugueses inscritos nos cadernos eleitorais do Consulado de Portugal no Luxemburgo, passou de 2.163 para 55.990.

Os dados foram revelados à Rádio Latina pelo secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, que antecipa um aumento do número de votos dos portugueses que vivem no Luxemburgo. José Luís Carneiro não deixa, contudo, de apelar ao voto nas eleições europeias de 26 de maio.

Os portugueses que, entretanto, se recensearam para eleger os seis eurodeputados do Luxemburgo – o prazo de recenseamento terminou esta quinta-feira, às 17:00 – não precisam de se desvincular dos cadernos eleitorais no Consulado. De acordo com José Luís Carneiro o processo é automático, ou seja, as entidades dos dois países comunicam entre si essa alteração.

Globalmente, com a nova lei portuguesa sobre o recenseamento automático, o número de emigrantes que poderá votar nas próximas eleições europeias passou de 318 mil para mais de um milhão e 450 mil, dos quais 55.990 no Consulado de Portugal no Luxemburgo.



Notícias relacionadas

“Já não há razão para que as pessoas não participem nas eleições portuguesas"
Votar nas eleições portuguesas vai passar a ser mais simples, também para os portugueses no Luxemburgo. Com as novas mudanças, o recenseamento dos portugueses no estrangeiro vai ser automático, mas não obrigatório. O voto por correspondência vai passar a ser gratuito, mas há mais novidades. As mudanças vão aumentar o número de potenciais votantes, sem que os cidadãos tenham de se deslocar ao consulado.
Visite du secrétaire d’État portugais José Luís Carneiro au Luxembourg, le 30 Septembre 2018. Photo: Chris Karaba