Escolha as suas informações

Quem tomar primeira dose da vacina anticovid até 1 de novembro também terá testes gratuitos
Luxemburgo 18.10.2021
Covid-19

Quem tomar primeira dose da vacina anticovid até 1 de novembro também terá testes gratuitos

Covid-19

Quem tomar primeira dose da vacina anticovid até 1 de novembro também terá testes gratuitos

Foto: AFP
Luxemburgo 18.10.2021
Covid-19

Quem tomar primeira dose da vacina anticovid até 1 de novembro também terá testes gratuitos

A oferta de testes PCR para quem não tem vacinação completa foi alargada para quem tomar a primeira dose até 1 de novembro, retificou o Governo, esta segunda-feira.

O Governo vai disponibilizar gratuitamente testes covid-19 a qualquer pessoa que tenha recebido uma primeira dose de vacina antes de 1 de novembro de 2021, anunciou esta segunda-feira o Ministério da Saúde, retificando a data inicial de 18 de outubro como data limite para quem tivesse tomado uma primeira dose e não tivesse ainda o seu esquema vacinal completo.


Pessoas com esquema vacinal incompleto vão ter acesso a testes gratuitos
Medida aplica-se a qualquer pessoa que tenha recebido uma primeira dose de vacina antes de 18 de outubro e que ainda não tenha o seu esquema vacinal completo.

"Na sequência das recomendações do Conselho de Estado relativas ao novo esquema CovidCheck que entrará em vigor a 1 de novembro, o Governo decidiu disponibilizar gratuitamente os testes PCR covid-19 a qualquer pessoa que tenha recebido uma primeira dose de vacina antes de 1 de novembro de 2021", refere o comunicado enviado hoje às redações.

Com esta decisão, relembra o Executivo luxemburguês, pretende-se que as "pessoas que tenham decidido ser vacinadas, e portanto parcialmente vacinadas, possam ser testadas gratuitamente durante a fase de transição".

 Para isso serão enviados cinco vales de teste personalizados, a partir de 1 de novembro. Os testes PCR, que são válidos por 72 horas, podem ser feitos em todos os laboratórios médicos acreditados no Luxemburgo (BioNext, Ketterthill, Laboratoires réunis).  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Sem "influência direta" no mercado e na chegada das vacinas ao Grão-Ducado, o Governo admite que "ainda não é possível apontar uma data" para a imunização de, pelo menos, 70% dos residentes. A Universidade do Luxemburgo diz que é possível fazê-lo em três meses. Basta que 2.700 pessoas sejam vacinadas por dia.
Lokales, Impfzentrum Esch Belval, maison des matériaux, Gebäude Nord Foto: Luxemburger Wort/Anouk Antony