Escolha as suas informações

Quem são os candidatos luxemburgueses às eleições europeias?
Luxemburgo 2 min. 19.03.2019

Quem são os candidatos luxemburgueses às eleições europeias?

Quem são os candidatos luxemburgueses às eleições europeias?

Foto: AFP
Luxemburgo 2 min. 19.03.2019

Quem são os candidatos luxemburgueses às eleições europeias?

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
Há 52 candidatos conhecidos, de dez listas partidárias, em liça para os seis assentos que o Luxemburgo tem direito no Parlamento Europeu. Falta apenas conhecer a lista dos seis comunistas do KPL.

(Notícia atualizada a 26 de abril de 2019, às 16:21.)

As próximas eleições para o Parlamento Europeu estão marcadas para o dia 26 de maio. Atualmente, o CSV tem metade dos seis assentos do Luxemburgo no Parlamento Europeu: Georges Bach, Christophe Hansen e o também novo presidente do partido Frank Engel. Os socialistas contam com Mady Delvaux, o DP com Charles Goerens e os Verdes com Tilly Metz.

No próximo sufrágio, o Grão-Ducado mantém a eleição de seis deputados. A Rádio Latina avança aqui os nomes dos candidatos das dez listas partidárias: 

CSV

Os cristãos-sociais do CSV têm o eurodeputado Christophe Hansen e a vereadora da cidade do Luxemburgo Isabel Wiseler-Lima como cabeças de lista. Romain Osweiler, burgomestre de Rosport, Stefano d'Agostino, Martine Kemp e Liane Felten são os restantes candidatos.

Candidatos do CSV.
Candidatos do CSV.
Foto: Pierre Matgé

DP

No partido liberal DP, os cabeças de lista são o eurodeputado Charles Goerens e a antiga apresentadora da RTL Mónica Semedo. A lista inclui Gusty Graas, Simone Beissel, Loris Meyer e Anne Daems.

Candidatos do DP.
Candidatos do DP.
Foto: Guy Jallay

LSAP

Entre os socialistas do LSAP, o antigo ministro do Trabalho Nicolas Schmit e o deputado Marc Angel são as figuras de destaque. Juntam-se ainda a vereadora da comuna de Sanem Simone Asselborn-Bintz, Joanne Goebbels, Lisa Kersch e Elisha Winckel.

Candidatos do LSAP.
Candidatos do LSAP.
Foto: Laurent Blum

Déi Gréng

O partido Déi Gréng vai tentar a recandidatura da eurodeputada Tilly Metz, que ocupou o lugar deixado vago pelo agora ministro da Energia Claude Turmes. Meris Sehovic é também cabeça de lista dos ecologistas. O presidente do partido, Christian Kmiotek, Tanja Duprez, Martin Kox e Jessie Thill completam a lista.

O Déi Gréng elegeu os seis candidatos no recente congresso.
O Déi Gréng elegeu os seis candidatos no recente congresso.
Foto: Arquivo LW

ADR

Quanto ao partido da Reforma Democrática Alternativa (ADR), os deputados Gast Gibéryen e Fernand Kartheiser encabeçam os seis candidatos. Sylvie Mischel, Nicky Stoffel, Fred Keup e Tessy Brisbois são os restantes quatro candidatos.

Candidatos do ADR.
Candidatos do ADR.
Foto: Caroline Martin

Déi Lénk

No déi Lénk, o deputado David Wagner e a co-porta-voz do partido Carole Thoma são os cabeças de lista. Gary Diderich, Sandrine Gashonga, a luso-descendente Mara Martins e Antoni Montserrat são os outros nomes do partido de esquerda.

Candidatos do déi Lénk.
Candidatos do déi Lénk.
Foto: déi Lénk

Piratas

No caso do Partido Pirata, os candidatos são o luxemburguês de origem cabo-verdiana Starsky Flor, Marie-Paule Dondelinger, Chris Bernard, Daniel Frères, Lucie Kunakova e Christian Welter.

Candidatos dos Piratas.
Candidatos dos Piratas.
Foto: Gerry Huberty

déi Konservatif

Sem surpresa, o partido déi Konservativ escolheu como cabeça de lista o seu presidente Joe Thein. Os outros candidatos são Mario May, Sandra Schwachtgen, Patrick Thein, Jean Ersfeld e Pierrette Heintz.

Candidatos do déi Konservativ.
Candidatos do déi Konservativ.
Foto:Facebook déi Konservativ

Volt

Por último, o mais recente partido, Volt, apresenta apenas quatro candidatos: o antigo reitor da Universidade do Luxemburgo, Rolf Tarrach, o luso-luxemburguês Daniel Silva, Fiona Godfrey e Marthe Hoffmann.

O Volt é o mais recente partido e só tem quatro candidatos.
O Volt é o mais recente partido e só tem quatro candidatos.
Foto:Facebook Volt

KPL

O Partido Comunista Luxemburguês (KPL) foi o último partido a divulgar a lista para as eleições europeias.  Sem surpresas, o presidente do KPL, Ali Rukert, é o cabeça de lista. Elise Nunes, estudante lusodescendente de 21 anos, integra também os candidatos comunistas, juntamente com Esther Reuland, Marceline Waringo, Alain Herman e Rejhan Agovic. 

O presidente do KPL, Ali Rukert, (na foto, de camisola cinzenta) é o cabeça de lista dos comunistas.
O presidente do KPL, Ali Rukert, (na foto, de camisola cinzenta) é o cabeça de lista dos comunistas.
Foto de arquivo: Facebook KPL


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Sven Clement: "Queremos fazer uma oposição credível e construtiva"
Foi o candidato mais jovem eleito nas legislativas de domingo, é co-fundador do Partido Pirata e, agora, vai inaugurar a sua bancada parlamentar. Aos 29 anos – nove depois de ter ajudado a criar o partido que lidera –, Sven Clement vai sentar-se pela primeira vez no Parlamento enquanto deputado.
Sven Clement, presidente dos Piratas.
Sondagens falham no Luxemburgo
As sondagens também falham no Luxemburgo. Depois dos recentes casos de prognósticos falhados sobre o Brexit (que davam conta do "Sim" à UE) e sobre as eleições norte-americanas (que previam a vitória de Hillary Clinton), os resultados da última sondagem TNS-Ilres, de junho de 2018, ficaram aquém da realidade no Luxemburgo.
Entrevista a Roy Reding. "O ADR é um partido pró-europeu"
Roy Reding é vice-presidente do Partido Democrático Reformador (ADR) e cabeça de lista do ADR no círculo eleitoral do Centro. Em entrevista gravada a 18 de setembro na Rádio Latina, o político deixou algumas ideias do programa eleitoral do seu partido. Ouça a entrevista na íntegra.